Andrezza Tavares

12/05/2019
MÃE
 
Por Andrezza Tavares
 
 
 
Eu nunca escrevi nada que falasse
 
Diretamente de mamãe - que crime!
 
Porque nunca encontrei algo sublime
 
Que à minha santa mãe se comparasse...
 
 
 
Tudo que vive, tudo quanto nasce,
 
Tudo que é belo e só bondade exprime,
 
Não oferece um termo com que mime
 
De minha mãe a veneranda face!
 
 
 
 
E mesmo que um vocábulo eu achasse
 
Era preciso transformá-lo em flores
 
E as flores todas transformar em prece
 
 
 
 
Pra guardar, entre súplicas e odores,
 
Todas as preces que Mamãe rezasse,
 
Todas as frases que Mamãe dissesse!
 
Em Maio tem o segundo
 
Domingo em festas pra ela
 
Mas deveriam ser dela
 
Todos os dias do mundo...
 
É do seu ventre fecundo
 
Que toda a raça é nascida
 
Toda mãe é parecida
 
Com a mãe do galileu
 
Quem possui mãe, recebeu
 
O doce melhor da vida!
 
 
 
 
Mãe, mais expressiva cor
 
Da pétala da margarida;
 
A alma é fonte de amor
 
Ventre, produção da vida...
 
Chão que as bromélias arrumam,
 
Flor que as crisálidas perfumam,
 
Razão do riso infantil...
 
Este verso é dedicado
A TODAS MÃES DO ESTADO
DO NORDESTE E DO BRASIL!!!