Ananda Carvalho

18/07/2019
 
Rodoviárias da vida 
 
Não é segredo pra ninguém que rodoviárias em geral são lugares onde você esbarra com todo tipo de gente.
 
De pessoas pedindo esmola, em um estado que você não entende como eles sequer estão de pé, a pessoas tão arrumadas que parece que saíram de uma reunião de negócios e/ou uma festa extremamente fina.
 
Enquanto esperava ônibus na minha mais recente viagem, ouvi uma moça com sotaque gaúcho fortíssimo falando da incrível experiência que foi andar no metrô carioca. Horário e local muito abençoados em que ela pegou o metrô, provavelmente, e ela falando como era calmo e a incrível experiência de andar de uber pela primeira vez. Até agora eu me encontro perplexa, e com muita curiosidade de saber aonde aquela moça morava.
 
Creio não ter tido nenhuma experiência ruim em rodoviárias, apenas uma, em parada de estrada, em viagem interestadual, graças à contagem errada de pessoas pelo motorista que quase me abandonou lá. Felizmente minha distração não é tanta, hoje em dia rio toda vez que eu lembro, na época crio que meu coração desacelerou horas depois.
 
Rodoviárias em geral me lembram muito a infância, já que meu pai amava viajar ao estilo ´mochileiro` comigo e meu irmão Pedro, para diversas cidades praianas, principalmente. Algumas das minhas mais divertidas memórias, com certeza. Que depois poderão ser escritas em outros textos.