Lagoa de Água Vermelha pede revitalização

03/12/2012

Por: Riane Brito

 

Em entrevista aos jornalistas Pinto Júnior e Riane Brito para o programa “No alpendre do PN” pela rádio 87,7 FM Parnamirim, o pres. da ASTOMP, Sadi Ritzel, falou sobre seu importante projeto de revitalização da Lagoa de água Vermelha, que está localizada na saída da cidade, mas poucos se dão conta de sua existência.

Hoje o riacho, que um dia já foi lugar de pescaria e entretenimento da população, lamentavelmente está definhando. Tomada pela poluição e dejetos de indústrias que tornam o as águas vermelhas completamente impróprias para o banho e sobrevivência de peixes, o riacho gritaria por socorro se pudesse, por isso aqueles que têm voz, ou seja, a comunidade parnamirinense deve lutar por um de seus mais valiosos tesouros que é sua riqueza natural.Imagem inline 2

  “Tomei a iniciativa de fazer esse projeto porque quero que no futuro as crianças voltem a nadar, pescar e interagir com a lagoa de forma saudável, assim como eu fazia na minha infância”, declarou Sadi. O projeto ainda está engatinhando, mas conta com a colaboração de especialista da área para estudar o riacho e apontar as soluções necessárias para sua revitalização.

Boa parte da cidade está saneada, o que nos faz pensar que ainda não é tarde para o espelho d’água, que se bem aproveitado pode se tornar um cartão postal da cidade e incentivar o crescimento econômico de Parnamirim. “Muitas cidades, como João Pessoa, contam com a ajuda de rios que cruzam a cidade para fomentar o crescimento do turismo e aumentar as vendas do comércio”, disse.Imagem inline 1

 

Fonte: Potiguar Notícias