Mulherio das Letras Edição Portugal será realizado em Lisboa em março

04/02/2019


 
Já consolidado no cenário cultural brasileiro, o movimento Mulherio das letras, que teve seu primeiro Encontro Nacional entre 12 e 15 de outubro de 2017, em João Pessoa, capital da Paraíba, e a segunda edição em outubro de 2018, terá agora uma edição internacional.  O I Mulherio das Letras – Portugal acontecerá nos dias 7,8, 9 e 10 de março próximos em Lisboa, capital portuguesa.
 
"O evento tenciona propor uma abordagem da literatura de autoria feminina que possa estabelecer um dialogo entre a academia e a sociedade civil, entre as escritoras e as leitoras. O evento visa alargar as fronteiras da literatura e da arte, bem como perceber dinâmicas identitárias. Neste sentido, abrirá espaço para ouvir e debater a produção literária e acadêmica de escritoras, artistas, investigadoras, jornalistas, etc", diz a doutoranda em Letras Beth Olegário, potiguar que estuda em Lisboa e a coordenadora geral do encontro.
 
A Comissão organizadora  é formada pela própria Elizabeth Olegario e por  Noemi Alfieri. A organização da exposição ficou a cargo de João Luís Lisboa. Apoios: FCSH, CHAM, FCT, Palácio Baldaya, Associação dos Escritores Portugueses, In-Finita Lisboa.
 
Com atividades descentralizadas, parte do evento terá lugar na FCSH da Universidade Nova de Lisboa e parte no Palácio Baldaya, com contextual apresentação de duas coletâneas de poesia e prosa de autoria feminina.  Fruto da colaboração entre o CHAM - Centro de Humanidades e o Palácio de Baldaya, o evento enquadra-se no âmbito da  linha de pesquisa “ História das Mulheres e do Género”.
 
"Compreendemos que os movimentos de mulheres são um componente crucial para qualquer projeto de transformação radical da sociedade. Este evento é, portanto, pensado como uma politica de irmandade, como um lugar de retomada de vozes silenciadas e uma ferramenta de discussão e difusão da produção artístico-cultural de autoria feminina.", afirmam Elizabeth e Noemi.
 
Programação: I Mulherio das Letras – Portugal
 
 Dia 07 de março
 
9h00 - Pássaro Palavra: Pocket show com a cantora, portuguesa, Susana Travassos. 
 
9h30 – 10h00 Coffee Break (oferecido pela Associação Portuguesa de Escritores)
 
10h00  ás 12h00 - Mesa de Abertura: A Mulher e a Palavra.
Ana Margarida de Carvalho 
Isabel do Carmo 
Lídia Jorge romancista 
Maria Teresa Horta 
 
Almoço livre
 
14h00 - Show com Maria Anadon 
 
14h30 -16h00 Segunda mesa: A Mulher e a Imprensa 
Sandra Monteiro
Socorro Pacífico Barbosa (UFPB/CNPq) - O papel da imprensa na sociedade patriarcal brasileira: a mulher nos séculos XIX e XXI.  
Elizabeth Olegário Bezerra da Silva (UNL/ CHAM) - As Mulheres nos Suplementos Portugueses na Década de 1950. 
Fátima Ribeiro de Medeiros (IELT, FCSH, NOVA) – “Ana de Castro Osório, Editora”
 
16h00– 16h30 Coffee Break
 
Maria Schtine Viana (UNL) - A potência do feminino na obra Corpo de Baile, de João Guimarães Rosa. 
 
Susana Vieira (UNL/IELT) 
 
Joana Tomé (Belas-Artes ULisboa- CIEBA)- Percursos do Feminino pela História da Arte.
 
 
Exposição: “Umas pelas outras” - (João Luís Lisboa e Elizabeth Olegário)
 
 
Dia 08 de março 
 
 
Show de abertura – (9h00) Camila Masiso
 
Mesa 1: Mulher é  África (10h00 -12h00)
Noemi Alfieri ( UNL- CHAM)
Yara Monteiro
Ana Maria Martinho
Ana Paula Tavares
 
Almoço livre
 
Mesa 2 - “Ser mulher é ser, ou melhor, é devir minoria” 14h00 -15h00
Associação Renovar Mouraria – Projecto WEMIN, Migrant Women Empowerment and Integration. 
Associação de Afro-descendente. (Djass)
Associação para o desenvolvimento das Mulheres Ciganas (AMUCIP)
 
Ines Olundé 
 
15h30 -16h00 -Coffee Break
 
Mesa 3 - “(…) atravessando todo o século XX e invadindo o século XXI. A mulher continua a inventar seu lugar 16h00 – 17h30
 
Raquel Serejo Martins 
Julieta Monginho
Adriana Mayrinck 
Isabel Critina Pires
Gilda Oswaldo Cruz 
Rita Taborda Duarte 
 
 Encerramento na Esplanada  UNL - 16h30 
Feira de Livros 
 
Douda Correia 
Cooperativa “Outro Modo” 
Infinita
Colibri 
Falas Afrikanas
Revista Gerador
 
Dia 09 de março 
 
Palácio de Baldaya
 
14h30 – 15h30: A arte e a palavra – Aline Cântia.
 
15h30 – 16h30 :  Ser Mulher – Projecto Solidário – Lídia Moura, José Proença de Carvalho e Lilia Tavares
 
16h30 -17h00 -Coffee Break
 
17h00 – 18h00 Maria João Cantinho “Brasil e Portugal na poesia contemporânea” 
 
 
 Dia 10 de março de 2019
 
Palácio de Baldaya
 
11h00 -  Tertúlia -  Homenagem ao Dia Internacional da Mulher
14h30 – 18h00 Apresentação Musical  SONORA e lançamento da Antologia  Mulherio das Letras  com  a participação de 60 mulheres do  Brasil e de Portugal.
 
Coffee Break