Nilton Arruda: infelizmente o trabalho dos policiais civis vai ter que parar

07/03/2019

Por: Redação PN
Foto: PNTV
Durante entrevista ao jornalista Hugo Vieira nesta quinta-feira (07), para o jornal Potiguar Notícias. O presidente do Sindicato dos Policiais Civis (SINPOL-RN), Nilton Arruda confirmou a paralisação da categoria para o próximo dia 13. 
 
A decisão de cruzar os braços por um dia, foi tomada no último dia 28 na sede do SINPOL-RN por unanimidade, os policiais escolherem pressionar o governo por uma reunião com Fátima Bezerra.
 
A pauta principal caso a reunião aconteça, será a negociação para suprir uma possível revogação do adicional por tempo de serviço. O Ministério Público do estado é autor de um pedido de suspensão do benefício aos policiais civis. 
 
"O Ministério Público apresentou uma proposta na qual temos uma perda potencial de salário" disse Nilton. 
 
O presidente do SINPOL-RN argumentou que a maioria dos servidores estaduais recebem adicional por tempo de serviço. O próprio MPRN recebia - agora passaram a ganhar uma compensação salarial. 
 
A categoria pretende negociar esta mesma modalidade de benefício com o governo do Estado. 
 
"Esperamos que antes do dia 13 possamos ser recebidos pela governadora do Estado, a gente precisa construir uma proposta para que nossos salários não sejam reduzidos - o que estamos reivindicando é a abertura desse diálogo, se não houver esse diálogo, infelizmente os trabalhos dos policiais civis vai ter que parar". Enfatizou
 
Confira a entrevista completa;