Toffoli revoga liminar de Fux e libera o ex-presidente Lula para dar entrevistas

19/04/2019


Foto: Lula ao desembarcar em Curitiba em 7 de abril, quando se entregou e começou a cumprir a primeira pena na Lava JatoReproduçãoReprodução
 
Após uma guerra de liminares no ano passado que desencadeou uma crise nos bastidores do Supremo Tribunal Federal (STF), o presidente da Corte, Dias Toffoli, derrubou uma decisão dele próprio e deu autorização, nesta quinta-feira (18), ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva a conceder entrevista a jornalistas. Veja a íntegra da decisão.
 
Lula está preso na Superintendência da Polícia Federal em Curitiba desde 7 de abril do ano passado, onde cumpre pena por corrupção passiva e lavagem de dinheiro no âmbito da Lava Jato.
 
O ministro Ricardo Lewandowski havia decretado, no fim de setembro, de forma monocrática, uma autorização para que o ex-presidente concedesse entrevistas da prisão. No mesmo dia, o vice do Supremo, Luiz Fux, derrubou a decisão, que voltou a ser tomada dias depois pelo colega. A guerra de liminares foi parada pelo presidente do tribunal, que deu a palavra final, com a proibição que agora revogou.

Fonte: Débora Álvares/Congresso em Foco