Igarn capacita colaboradores para segurança de barragens

26/04/2019

Por: Redação
O Instituto de Gestão das Águas do RN (Igarn) enviou o coordenador Técnico e de Planejamento, André Nunes, e o técnico do setor de monitoramento volumétrico, Paulo Cezar Filho, para capacitação no Curso de Segurança de Barragens de Usos Múltiplos que está acontecendo na Companhia de Desenvolvimento da Paraíba (Cinep), em João Pessoa, desde a última segunda-feira (22) e segue até a próxima sexta-feira (26). O curso é promovido pela a Agência Nacional de Águas (ANA), o Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA) e a Agência Executiva de Gestão das Águas da Paraíba (AESA).
 
O curso é ministrado por Ruben Cardia, engenheiro civil pela Faculdade de Engenharia da Universidade Estadual Paulista “Júlio de Mesquita Filho” (UNESP) e especialista em Segurança de Barragens pela Universidade Federal da Bahia (UFBA). A capacitação é composta por atividades teóricas e práticas.
 
O diretor-presidente do Igarn, Caramuru Paiva, ressalta a importância de capacitar colaboradores do Igarn para o setor de segurança de barragens. “O nosso Estado possui mais de 6 mil barragens, a própria ANA colocou como meta para este ano que inspecionássemos 246 reservatórios em todo o RN, o que nos faz ter que quadruplicar o número de vistorias realizadas no último ano, uma capacitação como esta vem em boa hora para que possamos capacitar mais pessoal para ajudar a inspecionar o máximo de barragens, visto que com um bom inverno nossos açudes voltaram a reservar boas quantidades de água”, explica. 
 
O objetivo da capacitação é discutir recursos teórico-conceituais e técnicos para o monitoramento e segurança de barragens de usos múltiplos. O público-alvo do curso são servidores públicos fiscalizadores de segurança de barragens, representantes da Defesa Civil e empreendedores públicos, responsáveis por este tipo de estrutura. 
 
Segundo a Política Nacional de Segurança de Barragens, cabe aos órgãos estaduais a fiscalização de barragens de usos múltiplos da água em rios estaduais, para as quais emitiram outorga de direito de uso de recursos hídricos, ou de rejeitos industriais, para as quais emitiram licença ambiental.
 
No primeiro dia da programação do curso, o superintendente de Regulação da ANA, Rodrigo Flecha, abordou a Política Nacional de Segurança de Barragens (PNSB). Também houve apresentações sobre conceitos básicos e aspectos gerais sobre barragens, aspectos legais sobre barramentos e acidentes com barragens. Em 23 de abril, aconteceram apresentações sobre anomalias em barragens de terra, enrocamento (com rochas) e concreto, além da instrumentação de auscultação (verificação de anomalias) em barragens.
 
Nesta quarta-feira (24), a programação tem como conteúdo principal as inspeções visuais e elaboração de relatórios de inspeção regular. Nesta quinta-feira (25) acontecerão atividades práticas nas barragens Nova Camará e Maré. No encerramento do evento os participantes terão a oportunidade de debater as inspeções visuais realizadas.