Natália Bonavides e Benes votam para ministro explicar cortes nas universidades

14/05/2019

Por: Redação PN
Foto: Reprodução
A Câmara dos Deputados votou nesta terça-feira (14) um requerimento que aprova a convocação do ministro da educação Abraham Weintraub para dar esclarecimentos sobre os cortes nas universidades federais. 
 
Weintraub fica obrigado por lei a comparecer na Câmara sob pena de responder criminalmente. 
 
Essa foi mais uma derrota do governo na Câmara, após o centrão e parlamentares da oposição votarem para retirar o Coaf (Conelho de Controle de Atividades Financeiras) do Ministério da Justiça na semana passada. 
 
Dos 7 deputados federais do Rio Grande do Norte, apenas Natália Bonavides (PT) e Benes Leocádio (PRB) votaram favorável à convocação do ministro. Beto Rosado (PP), Rafael Motta (PSB), Walter Alves (MDB) e Fábio Faria (PSD) estavam ausentes. Girão (PSL) e João Maia (PR) votaram contra a convocação.
 
Weintraub explicou que a pesquisa estaria dando lugar a "balbúrdia". Após a polêmica, o ministro foi ao Senado e argumentou sobre a responsabilidade fiscal da União, e que não se trata de cortes mas remanejamento de investimentos para o ensino básico. 
 
Estão previstas manifestações para todo o país nesta quarta-feira (15) contra as medidas anunciadas. Em Natal, o local do ato será o cruzamento da Bernardo Vieira com a Avenida Salgado Filho, na altura do Midway às 16 horas. Duas mil pessoas confirmaram presença no Facebook.
 
*** Uma versão dessa matéria foi ao ar com a informação que apenas Bonavides teria votado a favor da convocação. O conteúdo foi atualizado.