Entrevista com a poeta Maria Maria Gomes, que lança novo livro nesta terça

16/07/2019

Por: Redação do PN
 
A poeta curraisnovense Maria Maria Gomes lança nesta terça-feira novo livro de poesias.  "Temporalibus - O tempo das nuvens" é o nome da nova obra, que será lançada na CDL Currais Novos, a partir das 20h.
 
Tendo publicado diversos livros e também premiada em concursos e premiações estaduais, Maria tem uma poesia que versa sobre o Seridó, a terra e o feminino. Ela concedeu entrevista à Redação do Potiguar Notícias. quando falou sobre o novo livro, sua obra, litratura e muito mais. Confira:
 
 
Do que se trata o nome livro, "Temporalibus - O tempo das nuvens"?
 
TEMPORALIBUS é uma expressão latina que significa “a seu tempo”. O tempo das nuvens se refere ao tempo da vida e as nuvens são metáforas que exploram a atemporalidade, ou seja, as situações podem ou não ocorrer, não há nada estático, assim como as nuvens passam, a vida também é efêmera.
 
Em que ele se difere dos seus livros anteriores?
 
O Temporalibus é um livro de poemas que pertence à fase atual na qual vivo, especialmente, depois de ter vivido um câncer. Ele é um livro que evoca o memorialismo e o amor. Está dividido em três partes: Stratus, Cirrus e Cumulus que, segundo meu empirismo, são as nuvens mais recorrentes na região do Seridó. O que mais me impacta e me alegra é o fato de que minha produção é parte de mim, de minha pele, de minha composição humana. Este é o décimo segundo livro, o que me leva a crer na possibilidade de nunca mais deixar de escrever, a não ser depois de minha passagem. 12 livros não são doze páginas. Eu sinto uma alegria enorme em partilhar com os meus iguais o pouco do que penso.
 
Qual sua expectativa em relação ao lançamento?
 
As minhas expectativas são as melhores possíveis. Espero que o Temporalibus agrade aos leitores e seja mais uma contribuição intelectual para a região do Seridó e do Rio Grande do Norte, Estado que considero efervescente em termos de arte.
 
Haverá outros lançamentos em outras cidades?
 
Por enquanto não pensamos na possibilidade de um lançamento a posteriori. Como sugere o próprio título “tudo a seu tempo”. Analisaremos com calma a possibilidade de estendermos os lançamentos, uma vez que, a atual conjuntura não nos favorece. Todavia, continuemos produzindo e refletindo...
 
Onde será possível adquirir o livro?
 
O livro de poemas Temporalibus poderá ser adquirido através do e-mail: marrezita@gmail.com, pelo qual discutiremos o envio e, também, em Currais Novos, na Banca de Revista do Roberto, no centro de Currais.
 
Qual a sua avaliação sobre a sua escrita neste momento?
 
Do ponto de vista de minha escrita atual, observo que há um forte amadurecimento intelectual, o que não poderia ser diferente, afinal estamos evoluindo, não é? De certa maneira, a minha forma de produção literária me surpreende. Às vezes sinto-me impressa, carimbada em meus poemas. 
 
Como vê o cenário literário seridoense e potiguar atualmente?
 
O RN é um território muito inspirador, encontramos poetas em vários lugares da região e, tanto em Natal quanto no interior potiguar, especialmente no Seridó, onde moro e posso observar com maior intensidade, há pessoas produzindo muito nestes tempos complexos, mas é uma produção intimista que, muitas vezes fica engavetada. Chego a crer no que estamos perdendo em termos de literatura “escondida em cadernos”. Bate a curiosidade de saber o que pensam os poetas anônimos. A atmosfera potiguar é um ímã que nos impele a produzir, tanto na caatinga como no litoral. Tudo está conectado!