José Pinto Júnior

20/06/2018

No Conexão Potiguar, dialoguei com José Antônio Aquino, presidente do Sinpef/RN, a respeito de seu projeto “Federais Solidários”, o qual oferece uma série de palestras a jovens de comunidades carentes, ajudando, assim, a prevenir a entrada de crianças e adolescentes no crime.

O que é o projeto “Federais Solidários”?

José Antônio Aquino:  Esse projeto leva às comunidades carentes uma série de palestras que os policiais federais dão a crianças e adolescentes. O intuito é apresentar uma visão dos policiais federais acerca do combate às drogas, à corrupção. Também alertamos sobre os perigos da internet. Concluímos com a apresentação de livros de um colega, distribuindo-os à comunidade estudantil.

Como prevenir o crime por meio da educação?

José Antônio Aquino:  O nosso projeto vem ao encontra dessa percepção. Ao longo de nossa carreira na polícia, percebemos que é necessário haver uma série de medidas, as quais o próprio Estado, infelizmente, não tendo sido competente para efetuar. É essencial começarmos a trabalhar na prevenção da juventude. A atividade sindical vai muito além da mera solicitação de questões particulares da categoria, há uma responsabilidade social a qual decidimos, ao assumirmos o Sindicato, de assumir um compromisso com os potiguares.

O que ainda deve ser feito por esse projeto?

José Antônio Aquino: Começamos esse projeto no fim do ano passado e, em 2017, já atendemos a 6 municípios com a realização de 10 palestras. Agora, em 2018, incorporamos mais colegas ao projeto. Pretendemos, ainda este ano, cobrir 10 municípios, incluindo natal e a região metropolitana. Serão, no mínimo, 20 palestras