Andrezza Tavares

21/07/2019
 
Na semana da amizade, você trocou uma curtida por um abraço?
 
Por Andrezza Tavares
 
 
       A terceira semana de julho acomoda dias especiais que enaltecem a condição da socialização dos sujeitos humanos. O dia internacional da caridade (19/07) e o dia internacional da amizade (20/07). Os contextos dessas celebrações permitem ativar entre as pessoas o importante diálogo sobre os relacionamentos sociais. 
 
     Praticar amizade e caridade significa priorizar a socialização por meio de conexões qualitativas para o desenvolvimento humano. É através da socialização que o indivíduo desenvolve a personalidade e se integrar ao(s) grupo(s), internalizando valores e hábitos que formam suas características físicas e psíquicas. 
 
    Sem dúvida, um acontecimento que marcou a semana da amizade em 2019 foi uma sutil, porém impactante, decisão da rede social “Instagram” que optou por retirar da página do aplicativo a contagem do número de curtidas das postagens fotográficas. 
 
       Os responsáveis pela mídia ressaltam que a atitude se relaciona ao desejo de emergência de uma nova cultura on line em que as pessoas precisam desenvolver o olhar sensível para os conteúdos das comunicações em detrimento da influência que os números exercem entre os medias.
 
      A consequência da retirada da marcação numérica das curtidas no Instagram na semana da amizade foi que as pessoas retornaram às formas tradicionais de se socializar.  Foi necessário retornar para o jeito antigo de curtir os amigos (registros escritos e trocas de abraços) para expressar os sentimentos. 
 
      Para quem conhece o poder libertador das socializações felizes e saudáveis foi muito feliz perceber o retorno das práticas convencionais de conexões humanas... E você, também trocou uma curtida por um abraço?