Cefas Carvalho

24/10/2019
 
APONTAMENTOS SOBRE O FLAMENGO NA FINAL DA LIBERTADORES E ET CETERAS E TAIS
 
Sim, eu adoro assistir futebol em bar e se tem um jogo que eu não perderia seria este Flamengo x Grêmio pela semifinal da Libertadores para ver quem pegaria o River Plate na final. Mas, como tudo tem suas complexidades e eu gosto de dar pitaco em tudo, vamos lá:
 
1) Definitivamente não foi o melhor dia para ´secar`o Flamengo (meu caso desde sempre). O time deu um show e se classificou com sobras. Parabéns ao time e aos torcedores.
 
2) A diferença é Jorge Jesus. O treinador português mais do que fazer este Flamengo jogar o fino da bola, vem mostrando o quando os técnicos brasileiros estão defasados e comodistas.
 
3) Assisti o jogo pela Globo, com narração de Galvão Bueno, claro. Ele é demonstração viva do Tiozão do Zap, que vive em uma realidade paralela e desconectou do mundo. Ele insiste nisso de "Vamos conhecer quem representará o Brasil na final" e "O Brasil agora é Flamengo". Não, Galvão, não! Claro que vascaínos, corintianos, palmeirenses e todos os demais torcerão pelo River. Da mesma forma que os torcedores do Boca Juniors serão flamenguistas desde criancinhas pois para eles o River jamais será "A Argentina na final".
 
4) O Flamengo só chegou a final e foi campeão da Libertadores uma vez, em 1981. Disputou a final então em campo neutro. Este ano também disputará em campo neutro, Santiago. E se vencer, pega... o Liverpool. Justamente o adversário em 1981 quando venceu por 3x0. Para quem gosta de coincidências e presságios, prato cheio.