Renisse Ordine

13/02/2020
 
A instrução da noite 
 
Autor: Mauricio de Almeida
Editora: Rocco
 
Só uma noite... Só uma noite bastou para vir à tona os sentimentos maquiados durante toda a vida de um filho diante de um abandono inexplicável do pai. 
 
Um livro inquieto...Assim, pode-se definir “A instrução da noite” do escritor Maurício de Almeida. Uma história dramática, com um forte e inexplicável sentimento do filho diante de seu pai, que após vários anos de desaparecimento, reaparece. 
 
O autor envolve o leitor em um enredo sensível e transtornado ao mesmo tempo. É possível durante a leitura habitar a casa desse personagem e ver essas pessoas tão sofridas, que tiveram as suas vidas mexidas e remexidas por um ato pensado ou impensado do pai. Passear pelos seus cômodos vazios e entregues a um viver mecânico de sobrevivência. Ver a mãe sentada diante da televisão, inerte para a vida. Sendo a luz da tela da televisão o único brilho naquela noite escura. E sentir o deslizar de sentimentos nas palavras do personagem à sua irmã Thereza.
 
Uma busca de compreensão dos fatos, junto à irmã, que também está distante. Uma vida alterada sem pedir permissão, com suas ausências e abandonos. O seguir em frente, enquanto os outros personagens se entregam individualmente às suas angústias. 
 
Com um psicológico perturbado, o personagem maquia a sua vida, deixando transparecer uma normalidade aparente, até o momento em que o pai se posta diante dessa família e ignora o passado. 
 
O que ocorre depois desse encontro é o que envereda o enredo da “A instrução da Noite”, conduzido pelo escritor. Com uma sensibilidade extrema, Maurício de Almeida instrui a noite desses personagens. Transportando o leitor a duas vertentes, a exterior e a interior, com relatos que definem uma vida interior dolorida diante de uma realidade que exige coragem.