Evandro Borges

02/04/2020
 
Livros para o tempo da quarentena
 
 
A quarentena e o isolamento social uma necessidade para evitar a expansão do coronavírus, chegou de repente, ninguém estava preparado para esta situação, de fato é algo inusitado nesta geração, fugindo a tradição cultural brasileira e principalmente em Natal com todas as possibilidades de socialização, nas belas praias, nas rodas de conversas dos barzinhos, nos churrasquinhos, e até nas cafeterias que se espalham por toda parte, das rodas de cachaça ou de vinho.
 
A frequência nas peladas de futebol, algumas reunindo confrarias, nas corridas de rua com extensa programação, nos exercícios físicos de todas as naturezas, caminhadas e academias dos idosos as mais sofisticadas, moldando os corpos e tentando garantir a saúde, nos parques as caminhadas e diversões, todas as possibilidades de convivência humana foram paralisadas abruptamente.
 
As escolas, teatros, cinemas, os jogos de futebol ao vivo no calor das torcidas e das emoções, nos jogos de televisão, as rotinas estão quebradas, e o apelo para se ficar em casa, recomendado pelos protocolos de todos os organismos de saúde, mesmo assim, o vírus letal do corona, em que pese todas as brincadeiras, própria do ânimo dos brasileiros começam a cansar, exigindo da população muita disciplina.
 
Os círculos de leitura em família há muito tempo não existem, não há o hábito pela leitura, além de ser comum, a cidadania dizer com júbilo que em toda a existência já conseguiram ler uns “dez livros”, quando muito, e na atualidade as livrarias tradicionais e de grande apelo estão nas portas do fechamento, algumas encerraram as suas atividades, contando nos dedos as resistentes.
 
No Shopping Cidade Verde, entre Natal e Parnamirim com acesso pela Avenida Airton Senna, ou pela Avenida Maria Lacerda está instalada a Livraria “Távola dos Livros”, contrariando a todos e a corrente de aquisição de livros via a internet, que vem derrocando comércio, serviços e profissões, obrigando a mudança de postura para se manter no mundo do trabalho e da nova ordem do mercado.
 
A Távola do livro com a quarentena, na compra de títulos acima de cinquenta reais está entregando em casa, fazendo o tal serviço denominado “delivere”, contemplando a necessidade da quarentena, que a cidadania de bom senso deve fazer, contribuindo para a coletividade e para o enfrentamento do danoso e letal coronavírus que não poupa ninguém e vai vitimando as pessoas.
 
A livraria Távola está com os títulos mais vendidos do país, podendo assim citar: 21 lições para o século 21; Rápido e devagar; Minha História, Pequeno manual antirracista;  Homo Deus; Para educar crianças feministas; Como as democracias morrem; Sejamos todos feministas; Estação Carandirú;  A Revolução dos Bichos; 1984; Essa gente. São títulos mais lidos na atualidade brasileira, que podem ser entregues em casa.
 
Há ainda uma série de livros infantis, que podem ser lidos com os filhos em família, uma leitura conjunta, mantendo a distância regulamentar, criando o hábito da leitura nas crianças e fortalecendo os laços, uma forma inteligente de vencer a quarentena, aproveitando o tempo com leituras neste momento é mais que saudável, enriquece o conhecimento, o saber e preenche bem o tempo. 
 
Assim seguem os contatos telefônicos 3737 – 8035 e 99101 -0190 e e-mail livraria.tavoladoslivros@gmail.com para toda cidadania fortalecer o hábito da leitura em tempos de quarentena e do combate a expansão do coronavírus, que precisa ser vencido com disciplina, cooperação coletiva, contudo, com conhecimento e sabedoria. Vamos aos livros e a leitura inteligente.