Renisse Ordine

23/04/2020
 
Entrevista com o cantor e compositor Peu Junior
 
 
O músico é o único artista valeparaibano a obter duas nomeações ao Grammy (2009).  Com muita criatividade, lançou recentemente o álbum “Monteiro Lobato Cantado”, um trabalho inovador, que através de letras melodiosas, conta a biografia de um dos maiores escritores nacionais. 
 
1- Quem é Peu Junior? 
 
Sou Músico, cantor e compositor, nasci em Pindamonhangaba/SP e vivo em Taubaté/SP.
Sou neto do também músico e compositor ALCIDES FERREIRA.
Tenho 4 CDs lançados:
Nós Dois - 1999
Por Onde Andei - 2006
Todo Dia - 2009
Monteiro Lobato Cantado - 2018
Recebi um prêmio de Artista Revelação 2008 em São Paulo capital
Tive duas nomeações ao Grammy em 2009
Já viajei praticamente todo o Brasil tocando e visitando rádios e TVs divulgando meu trabalho.
Tive algumas músicas minhas que tocaram em varias rádios do Brasil e em países como USA, Japão e Portugal.
 
2- Você é um artista valeparaibano com grande reconhecimento na área musical, que tem em suas conquistas uma indicação ao Grammy Latino (2009).  Como essa indicação aconteceu?
 
Em 2006 uma música minha (Aonde Está Você?) começou a tocar numa rádio  brasileira dos USA.
A academia de música é em Los Angeles - USA. Eles decidem quem serão os artistas que irão concorrer aos prêmios Grammy. Quando lancei meu 3° CD (Todo Dia) eles me escolheram para concorrer a “Artista Revelação 2009” e “Melhor Álbum Pop”.
 
3- Como é esse momento para um artista que saiu do interior? E qual ensinamento daquele dia que você guarda para si?
 
Mesmo não tendo ganhado em nenhuma das duas categorias que concorri, eu me senti muito vencedor, pois só o fato de ter meu trabalho selecionado pela academia da música para concorrer ao Grammy é uma imensa vitória. Eu me tornei (e sou até hoje) o único artista do Vale do Paraíba/SP a conseguir entrar numa edição do Grammy. Mostrou-me que eu estava no caminho certo.
 
4- Quais são as suas referências de música, literatura e de vida?
 
Eu cresci nos anos 70 e nessa época a gente ligava o rádio e na maior parte do tempo a rádio tocava músicas internacionais.
Simmon and Garfunkel, Rod Stewart, Demis Roussos, etc... Um dia meu tio me levou ao cinema para assistir o filme Flash Gordon, que tinha a trilha sonora do Queen. Quando eu ouvi aquilo, eu pirei... rs Hoje eu sei que ali nasceu o Peu Junior, músico, cantor e compositor. Embora eu só começasse a tocar anos mais tarde, com 15 anos.
 
5- Outro trabalho que você desenvolveu é o Cd “Monteiro Lobato Cantado”, que é uma biografia em forma de música do escritor. Conte-nos como surgiu a idealização desse álbum.
 
Sempre amei o Sítio do Pica Pau Amarelo. Em 2006 comecei a pesquisar melhor sobre a vida do escritor Monteiro Lobato e logo percebi que se tratava de um homem muito à frente de seu tempo. E tive a ideia de escrever a vida dele em músicas. Porém senti medo. Tratava-se de uma responsabilidade muito grande. Resolvi arquivar o projeto, mas não tinha um dia sequer que eu não pensasse naquilo... Até que em 2014 comecei a escrever as músicas. Recebi todo apoio por parte da família do escritor. Gravei o CD entre 2016 e 2017, e finalmente lancei o CD Monteiro Lobato Cantado em 2018, num show na 66° Semana Monteiro Lobato dentro do Sítio do Pica Pau Amarelo em Taubaté/SP.
Foi emocionante tocar na casa de Lobato.
 
6- Como foi a repercussão desse álbum? Você teve alguma surpresa em relação à aceitação do público?
 
Por incrível que pareça a prefeitura municipal de Taubaté não apoiou o projeto. Com exceção do show de lançamento do CD, não conseguimos realizar mais nenhum show na cidade. As pessoas se interessam muito pelo espetáculo e querem ir ao show. Como é um trabalho ainda novo, Minha esperança é que, em breve, surjam convites para shows em várias cidades de todo o Brasil.
 
7- Em quatorzes faixas, você conta a história da vida do escritor e também há a reprodução da voz dele. Como foi o trabalho de pesquisa e a preparação desse trabalho. 
 
Entre 2006 e 2014 eu li tudo relacionado a Monteiro Lobato. Conversei com muitas pessoas que de uma forma ou de outra, tinham alguma informação importante sobre ele.
Mas na hora de escrever as letras das músicas eu fiz o que meu coração pedia pra eu fazer, ou seja, eu interpretei cada momento da vida do escritor e escrevi as músicas como se fosse o próprio Monteiro Lobato falando dele mesmo. Por isso tive a ideia de colocar pequenos trechos de uma entrevista dele antes de algumas músicas e logo em seguida vinha a letra da canção falando sobre o mesmo tema. Honestamente eu achei que ficou muito interessante o resultado final. E até onde eu sei, é um tipo de trabalho inédito no mundo todo.
 
8- Faixa a faixa como você dividiu a história de Monteiro Lobato?
 
Nascimento, juventude, fase adulta, o empreendedor, o petróleo, a prisão, a criação do Sítio do Pica Pau Amarelo e todos os personagens, e a morte aos 66 anos de idade, considerado naquela época como “causas naturais”. E finalmente todo o legado deixado por ele para toda a humanidade. Lobato foi um gênio!
 
9- Monteiro Lobato é um homem que amou a literatura e criou uma história que passa de geração em geração. Qual o sua visão sobre o significado do escritor principalmente para as crianças dessa Era da Tecnologia. 
 
Eu penso que é muito importante para o Brasil manter viva a memória de Monteiro Lobato. Todas as crianças deveriam ter conhecimento sobre Monteiro Lobato e todo seu legado. Assim começariam por si próprias a encontrar outros meios muito mais saudáveis de brincar, e que não é apenas um celular, ou um tablet de última geração que vai trazer alegria para ela. Pois, ela também pode encontrar alegria e diversão numa simples brincadeira com pião, bolinha de gude, pular corda, esconde-esconde etc.
A internet é muito importante para todos, mas é preciso preservar ao máximo a inocência e a integridade de uma criança.
 
10- Qual é a importância desse trabalho para além do Vale do Paraíba?
 
O escritor Monteiro Lobato dizia claramente que era direito do povo ter: Saúde, Trabalho, Cultura e Educação. Particularmente penso que há muitos anos, o Brasil vem sofrendo com a falta de todos esses direitos básicos.  Um dos meus objetivos ao realizar o CD e Show Monteiro Lobato Cantado é dar ao Brasil a chance de levantarmos uma bandeira e reivindicarmos democraticamente os direitos à Saúde, Trabalho, Cultura e Educação.
 
11- “Monteiro Lobato Cantado” é um álbum que está encantando mais crianças ou adultos? 
 
Vejo que o CD e o show Monteiro Lobato Cantado gera interessa por parte de todos os públicos: crianças, adultos e idosos. O que precisamos é receber convites para shows. Porque tenho certeza que ao anunciar um show contando a vida do criador do Sítio do Pica Pau Amarelo, o contratante terá todos os ingressos esgotados em pouco tempo.
 
12- Há outros projetos seguindo essa área cultural? O que público pode esperar de Peu Junior?
 
Em dezembro de 2019, o meu primeiro Cd “Nós Dois” completou 20 anos do seu lançamento, e nesse momento estamos gravando um DVD ao vivo em homenagem aos 20 anos de “Nós Dois”. É uma celebração. Em breve estará disponível no canal do YouTube Peu Junior Cantor e Compositor.
Eu gostaria de deixar um abraço fraterno a todo povo Potiguar, agradecer a jornalista Renisse Ordine e todos do Jornal Potiguar Notícias, pela atenção ao meu trabalho.
E espero encontrar todo o povo Potiguar em breve num show do Espetáculo Monteiro Lobato Cantado.