Renisse Ordine

20/08/2020
 
Resenha do livro ´O Menino do Bolso Furado`
 
 
Quando a liberdade e a imaginação caminham juntas pode-se esperar por momentos inesquecíveis e por pessoas que fazem da sua vida um encontro saboroso de histórias. 
(Esse menino é o personagem mais puro da Literatura) 
 
Um encontro mágico, assim pode-se definir a história do Menino do Bolso Furado que fez do seu destino levar a felicidade e fantasia a tantas crianças que recorriam à leveza daquele garoto, que ninguém sabe de onde veio, mas com a certeza de para que veio. 
 
O livro escrito pela Maria Helena Bazzo traz toda magia desenhadas por palavras simples. Mesmo na solidão aparente, o menino não estava sozinho, ele vivia acompanhado por princesas, príncipes e com quem mais quisesse ou por qualquer outro personagem que lhe pedisse acolhimento, histórias conhecidas, mas com outro sabor nas narrativas daquele ser sem eira nem beira. 
 
Como um sonho parece que ele se fez presente naquela praça, como um presente para aquelas pessoas que não esqueciam de recorrer a ele para se sentirem felizes e viajarem juntos na imaginação.  Um ser tão completo que não importava aos outros o que se passava com esse ser fabuloso. Sua liberdade era tamanha, que parecia que ele pertencia ao mundo, como se ele próprio fosse um personagem, contador e encantador.
 
A história desse menino não tem um fim determinado, está ali para sempre ser reinventado a qualquer momento. A sua riqueza interior alimenta a todos e isso o que importa. 
Há vários meninos com os bolsos furados soltos pelo mundo, basta saber encontrá-los com o coração e descobrir que a liberdade da alma não se iguala ao do corpo, somos livres para criar e enfeitiçar. Basta entregar-se a vida!