Emanuela Sousa

06/12/2020
 
"Adeus 2020"
 
Foi o que eu disse para uma amiga, com um suspiro talvez de alivio e ao mesmo tempo de cansaço. O peso nos ombros parece não ter fim. 
 
Entramos para as últimas semanas desse ano,  você consegue acreditar nisso? Nós sobrevivemos...  Acredito que assim como o ditado popular: sobrevivendo ao  "trancos e barrancos"   tentamos nos adaptar ao novo normal, jamais visto antes. 
 
Fazendo uma breve retrospectiva geral, vamos frizar que 2020 foi claramente um ano de perdas, prejuízos, luto... Mas permita- me te mostrar em outro ângulo, foi um ano que nos deu a uma experiência inédita: nunca passamos tanto tempo com nossa própria companhia. (E espero que você tenha aproveitado isso da melhor forma possível). O que tanto procuravámos lá fora, nas coisas, nos eventos, festas, de repente fomos chamados à procurar do lado de dentro. O que para muitos pode ter sido desafiador e desconfortável, para outros um momento de descoberta e libertação.
 
Foi em 2020 que vi muita gente entrando e saindo da minha vida. Durante a quarentena, reforcei alguns laços que, infelizmente, no final se mostraram nó, tive que desfazer, lamento. Outros, formei laços que se mostraram resistentes. 
 
Em 2020 o que estava escondido, oculto e no fundo do porão, foi-se revelado. Máscaras cairam, milhares de escândalos vieram à tona, casamentos foram rompidos, exposed de artistas foram espalhados pelo mundo... Ficaram somente aqueles que resistiram à tempestade...
 
Falando nisso, este ano você teve a  venda dos olhos tirada e precisou enxergar horizontes, como por exemplo em direção às diferenças sociais no mundo. 
 
Sim, você viu que existe muita gente em situação dificíl, viu que faltou comida na mesa de muitas familias que perderam seu emprego nesta pandemia. Foi preciso vir o Covid para se estourar a bolha e reconhecer que ainda vivemos num país onde muitos vivem em situação de precariedade e de opressão. Não finja que não viu nada, se nem mesmo a pandemia conseguiu te puxar para a realidade e tornar mais humano, então não sei o que mais pode fazer... Lamento.
 
Se você teve seu emprego garantido e a comida na mesa, eu espero do fundo do meu coração que você tenha percebido o quão privilegiado você é, ao menos teve suporte, muitos não tiveram essa sorte, e foram esquecidos no silêncio...  Agradeça! 
 
Falando em agradecer, não se esqueça também que você escapou dessa. (E espero que até a vacina sair, continue se cuidando). Lembre-se dos milhares que foram parar no hospital e não voltaram mais... 
 
2020 está chegando ao fim, e isso pode ser visto como alívio e de esperança, mesmo que todos ainda estejam à espera da vacina queremos nos manter esperançosos, o ano vai virar e precisamos renovar nossos votos de otimismo.
 
Toda a terra foi reduzida para a  renovação. Apenas observe os ensinamentos que 2020 te trouxe, absorva os aprendizados. Agradeça ao que foi-lhe dado. 
 
Enquanto o ano novo chega, faça uma retrospectiva neste finalzinho de ano.
 
O que você fez de diferente em 2020 ?
Quem ficou na sua vida? Quem se foi?
O que um ano "cancelado" como este te despertou? 
 
Ps: Não cancele o ano que lhe chacoalhou para ser alguém melhor.