Ana Paula Campos

15/02/2021
 
10 PASSOS PARA O SUCESSO
 
Desde o momento que você nasce, já adentra um mundo cheio de normas. São passos bem definidos que vão levar você ao sucesso garantido. É muito importante seguir as regras do jogo, ou você será excluído do hall dos “felizes para sempre”. Vamos aos 10 passos!
 
Passo 1: Estude! Só conseguimos ser alguém na vida com muito estudo. Se você se esforçar bastante, será bem sucedido. 
 
Passo 2: Entre para a faculdade! Para competir de igual para igual no mercado de trabalho, você precisa estar formado. E nada de preguiça, hein? Afinal, você só vive para estudar. 
 
Passo 3: “Deus ajuda a quem cedo madruga”. Todo mundo conhece esse ditado popular. Acorde cedo, coloque um belo terno e vá à luta. Emprego não falta neste país. 
 
Passo 4: Agora que você já tem um emprego formal, é hora de constituir uma família. E sabe aquele relacionamento complicado, tóxico até, mas que já dura alguns anos? Então, pior é quem está sozinho ou se separou. Ah, relacionamento hétero, por favor. 
 
Passo 5: Ainda não tem filhos? Vamos agilizar as coisas. E repare que eu falei filhos, assim mesmo, no plural. Porque, pense bem, se um deles morrer, pelo menos você não fica sozinha. 
 
Passo 6: Não vá descuidar da beleza! Engordar vai fazer seu marido procurar outra, e não é isso que queremos, não é? Em toda esquina tem uma academia. Acorde cedo e vá malhar!
 
Passo 7: Vá à igreja aos domingos! Não esqueça da sua fé em Cristo. A família que reza unida permanece unida. E sabe aquele marido alcoólatra e violento? Entrega a Jesus! Se você ainda está sofrendo, com certeza é porque está rezando pouco.
 
Passo 8: Já arrumou a casa e fez a comida do maridão hoje? Não sabe cozinhar? O Facebook tem receitas ótimas e fáceis de fazer. Cuide bem do seu homem, mulher!
 
Passo 9: Seja feliz! Vamos, melhore essa cara. Você conseguiu tudo que as pessoas mais almejam na vida, não tem motivos para ficar triste pelos cantos. 
 
Passo 10: Jogue fora os dez passos anteriores e viva do jeito que te faz feliz.
 
Acredito que todo mundo sofreu ou sofre com algum desses passos. Em uma sociedade machista, heteropatriarcal, homofóbica e capacitista, chega a ser cruel esse discurso. Mas infelizmente muitas/os de nós, até mesmo de forma inconsciente, acreditam e seguem a rigor tudo isso. Mesmo sentindo que estão se rasgando em pedaços por dentro. 
 
Para as pessoas dos grupos dissidentes, a cobrança é ainda maior. São marcadores inatingíveis que só levam a um lugar comum: a depressão. Esta, que é considerada a doença do século, é uma criação do ocidente. O modelo racista, homofóbico, capacitista e sexista de ser e estar no mundo vai exigir de todes uma conduta que apenas beneficia um pequeno grupo. 
 
O ocidente faliu! Seguir seus passos é correr para o precipício. Nós, negres e indígenas, temos outros marcadores civilizatórios. Volte e pegue!