Claudino Leite

01/06/2021
 
PARE E REFLITA...
“Oh! Que saudades que tenho da aurora da minha vida, da minha infância querida que os anos não trazem mais!” (Casimiro de Abreu, poeta e escritor brasileiro).
                                                
 
ASSU
Nos anos 80, quando trabalhava na Gráfica Manibu da Fundação José Augusto, a convite do seu presidente na época, atualmente, Presidente de Honra do Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte (IHGRN), advogado e escritor Valério Mesquita, confesso que quis dar um de revisor, sem ser nenhum professor de Português e especialista em Linguística. Tenho o hábito de ler, diariamente, os jornais da cidade e observei quantos cronistas, redatores, escritores, involuntariamente, acidentavam a nossa  gramática, pois não está fácil escrever devido às inúmeras regras e mudanças na ortografia. Entretanto, afirmo que, no meu  aprendizado, busquei conjugar esforços para não me prender demasiadamente nos deslizes gramaticais, valorizando, antes de tudo, a comunicação. Chamou-me, particularmente, a atenção a grafia da simpática cidade de Assu, da região dos carnaubais conhecida ta,bem como Terra dos Poetas. Meu ex-professor Woden Madruga, da Faculdade de Jornalismo Elói de Souza, estrela da equipe da Tribuna do Norte, grafa AÇU com “Ç”. Já destaque o outro destaque da velha Tribuna do Norte, jornalista Cassiano Arruda,escreve com “SS”. Ora AÇU é palavra da origem tupi. Língua em que, segundo os gramáticos, não se usa dois (“SS”); logo, deve-se grafar com “Ç”.Jandira Andrade, minha ex-professora de Português, do velho Atheneu, curiosa, inteligente, que trabalhou durante anos naquela terra dos poetas - no Departamento de Correios e Telégrafos (DCT) - defende a grafia com dois (“SS”), porque viu e leu o documento de criação da cidade – espécie de Certidão de Nascimento – onde se grafa ASSU. Eis a questão; Outro dia, meu amigo cardiologista doutor Zélio Manoel de Souza, médico pressuroso em Natal, pediu à mãe de uma cliente a Certidão de Nascimento, só para confirmar seu nome. E leu surpreso: ANA CRÁUDIA. Será que, por aí, justificar-se-ia mudar a grafia do belo nome romano CLÁUDIA? Nota-se que, no exemplo dado, se trata de ingênua a falta de escolaridade. No caso de Woden Madruga, Cassiano Arruda e Jandira Andrade, os quais escrevem com “Ç” e com dois “SS” dever ter uma fonte, que os ensinaram dessa maneira, De outra forma, em assim sendo, as duas formas de escrever podem estar corretas. Há algum tempo, um amigo que trabalhou na COSERN me disse que lá escreviam a palavra “Mossoró”, nome da cidade importante da região Oeste do Rio Grande do Norte, com “Ç” e isso o deixava indignado, visto que os dois “SS” poderiam até ser a maneira correta. O professor Antônio Lisboa de Araújo, especialista em Linguística, docente aposentado do Departamento de Letras da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), corrobora a explicação apresentada para a grafia de ASSU. Entretanto, ressalta o professor que, atendendo à etimologia, a palavra de ser grafada AÇU. É a opinião do mestre Lisboa, salvo melhor juízo.                                      
 
OBSERVAÇÃO DA JORNALISTA
Minha ex-editora de “O CORREIO DA TARDE”, jornalista Tarcyla Costa, militante na imprensa potiguar e nas redes sociais alerta sobre a “Terceira onda de Covid-19 no Brasil: “Diante do aumento do número de casos da doença no Brasil, principalmente entre jovens e adultos, especialistas vem discutindo a ameaça de uma terceira onda. Vários municípios, em todo o território nacional, têm tomado medidas rígidas para conter a disseminação do vírus. É o caso de Ribeirão Preto (SP). A cidade fechou o comércio, por estar com 96% de ocupação de leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI). Em entrevista ao Estadão, Alexandre Naime Barbosa, consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia, afirmou que a terceira onda vai chegar e sua força está condicionada à forma como ocorrerá a flexibilização das atividades econômicas e o respeito ao isolamento social. No Rio Grande do Norte a situação é crítica, com ocupação acima de 95%, chegando a 100% em algumas regiões do Estado como Oeste e Seridó, de acordo com o Regula RN. Vale ressaltar que, em menos de cinco meses, o Estado teve mais mortes por Covid-19 do que o registrado ao longo de todo o ano de 2020. Diante desse cenário, o governo estadual e as prefeituras do Vale do Açu e região Central definiram na semana passada a publicação de um decreto com medidas mais restritivas para a região. O movimento segue o exemplo do Alto Oeste Potiguar, que solicitou a ampliação das restrições diante do aumento do número de casos e óbitos”. Já a prefeitura de Natal, assim como uma parte significativa da população da capital, vem agindo de forma negacionista, promovendo um verdadeiro “libera geral”. Com shoppings e bares lotados, eventos ocorrendo normalmente e muitas pessoas andando sem máscara nas ruas e no comércio, a situação caminha para um cenário de caos”.  
 
NA CRUZ DO CALVÁRIO?
As páginas do Novo Testamento estão marcadas por exemplos da empatia de Jesus pelas pessoas. Isto é, Jesus percebia o sofrimento das pessoas e se compadecia da dor que afetava a vida delas. O próprio filho do carpinteiro faz referência a um dos mais belos e tocantes exemplos de empatia, em (Mateus 25:34-40”). Vinde, benditos de meu Pai, possuí por herança o reino que vos está preparado desde a fundação do mundo; Porque tive fome, e destes-me de comer; tive sede, e destes-me de beber; era estrangeiro, e hospedastes-me; Estava nu, e vestistes-me; adoeci, e visitastes-me; estive na prisão, e foste me ver. Então os justos lhe responderão, dizendo: Senhor, quando te vimos com fome, e te demos de comer? ou com sede, e te demos de beber? E quando te vimos estrangeiro, e te hospedamos? ou nu, e te vestimos? E quando te vimos enfermo, ou na prisão, e fomos ver-te? E, respondendo o Rei, lhes dirá: Em verdade vos digo que quando o fizestes a um destes meus pequeninos irmãos, a mim o fizestes. Jesus sentiu a dor da mulher que sofria com uma hemorragia, havia anos”. Ele percebeu a dor daqueles perderam entes queridos, dos paralíticos, dos cegos, das prostitutas, dos cativos por espíritos maus, daqueles que eram escravizados pelo pecado e clamavam por libertação.
 
NA ATUALIDADE?
Como cristãos, será que temos nos colocado no lugar das pessoas que sofrem com o frio, que vivem sem teto, ao relento, que padecem com a falta de pão, ou que estão tragados pelo mundo da marginalização ou das drogas, escravizados pelo pecado? São perguntas que devemos fazer a nós mesmos, para tentar compreender qual a vontade de Deus para nós, em relação às outras pessoas. Parece que, nos dias atuais, temos visto exatamente o contrário. Basta dar uma olhada nas redes sociais para perceber que vivemos um momento no qual que umas pessoas demonstram, em relação às outras, não é exatamente o que poderia se chamar de empatia. A Bíblia revela um dos maiores exemplos de empatia, no livro em (João 3-16): “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna”. Jesus deu a vida pelos pecados da humanidade. Ele padeceu no Calvário, sofreu as mais terríveis dores, no meu e no seu lugar. Na cruz de madeira, Jesus venceu a morte e ressuscitou ao terceiro dia. O santo sacrifício permite que você, prezado leitor, também tenha a vida eterna. Mas, é preciso fazer a sua parte. Arrependa-se dos seus pecados e aceite Jesus como Senhor e Salvador e serás uma criatura feliz para sempre.
 
IEADERN 103 ANOS
Sob a presidência do pastor Martim Alves da Silva, A Igreja Evangélica Assembleia de Deus no Rio Grande do Norte (IEADERN) segunda-feira, dia 24 de maio, às 19 horas, festejou 103 anos de fundação. O culto em ação de graças foi transmitindo ao vivo. O culto teve a transmissão ao vivo pela Rádios Nordeste Evangélica FM 92.5, Rádio Libertadora  de Mossoró FM 96.3, Rádios Salinas Macau FM 95.5, e Dunas TV, obedecendo os protocolos de segurança sanitária, como uso de máscara e distanciamento social.
 
 
A DEFESA DE ELINALDO
Versátil, talentoso, poliglota e grande defensor da fé cristã, o pastor Elinaldo Renovato de Lima, líder da Igreja Evangélica Assembleia de Deus de Parnamirim (ADPAR), escritor e comentarista das lições da Casa Publicadora das Assembleias de Deus, sediada no Rio de Janeiro (CPAD), registrou o seu apoio ao pastor Clayton Ivan Pommerening, e a próxima lição do 3° trimestre de Escola Bíblica Dominical.  "Nesta lição não percebemos nenhum desvio teológico, e nenhuma heresia exposta pelo comentarista" afirma o ex-Pró-Reitor de Administração  da Universidade Federal (UFRN), Elinaldo Renovato. Lúcido e desembaraçado, Renovato também falou dos critérios estabelecidos pela CPAD, e também ressaltou o grande trabalho desempenhado pelo pastor Elienai Cabral, consultor teológico da CPAD. Ressalte-se que, o líder parnamirinense, também é membro da comissão apologética da CGADB. 
 
CRISE DO CORAVÍRUS
Além dos brasileiros, o mundo também se pergunta como o Brasil chegou a uma situação tão grave diante da pandemia de Covid-19. “Como o Brasil e a Índia chegaram a esse ponto?”, pergunta a semana passada a revista Courrier l, do grupo de mídia francês Le Monde, numa comparação Internationa que já era comum antes da pandemia, pela estratificação da sociedade em castas, e agora se repete frente a gestões de extrema direita.“A Índia e o Brasil vivem duas das piores crises de coronavírus no mundo. Como estas duas crises chegaram a esse ponto?”, pergunta a publicação.
 
ATAQUE A JORNALISTA
Daniela Lima, apresentadora do "CNN 360º", virou alvo de ataques após uma frase que foi mal interpretada pelos telespectadores no noticiário. "Não saia daí porque agora, infelizmente, a gente vai falar de notícia boa, mas com valores não tão expressivos", disse a jornalista. Os ataques feitos nas redes sociais mostram Daniela dizendo apenas "Infelizmente, a gente vai falar de notícia boa". Daniela recebe, então, o apoio de outras jornalistas, como Andreia Sadi e Patrícia Campos Mello. 
 
PT E MDB JUNTOS?
Na política tudo é possível.Ninguém duvide se PT e MDB caminharem juntos nas eleições do próximo ano, repetindo alianças políticas efetivadas em outrora nos governos de Lula da Silva e Dilma Rousseff. É o que se comenta nos bastidores da política do Rio Grande do Norte. A “engenharia” político-partidária estaria sendo articulada pelo ex-presidente Lula da Silva e pelo ex-deputado federal Henrique Eduardo Alves, com aval do presidente estadual do MDB, Walter Alves e do ex-governador Garibaldi Filho. Consta do seguinte: o MDB apoiará a governadora Fátima Bezerra na sua campanha para a reeleição indicando o deputado Walter Alves para seu companheiro de chapa na condição de candidato a vice-governador, enquanto Henrique Alves disputará mandato de deputado federal e seu primo Garibaldi Filho tentará retornar ao Senado ou disputará uma vaga na Assembleia Legislativa. Integrantes das duas Legendas não veem dificuldades para esse entendimento político porque MDB e PT têm sido sempre aliados na busca do Poder. Foram nos dois governos Lula e nos governos Dilma Rousseff, inclusive com Garibaldi Filho exercendo o cargo de ministro da Previdência Social.
 
AMANTE DE GATOS
O ex-presidente da República, nos anos 60, Jânio da Silva Quadros visitou certa vez o diplomata Guimarães Rosa. Instalado na sala do célebre autor de “Grande Sertão: Veredas”, Jânio notou que havia uma grande quantidade de gatos: “Por que tantos? Em geral as pessoas preferem cachorros...” Guimarães Rosa respondeu sem hesitações: “Porque os gatos são muitos mais fiéis ao dono. Já os cachorros se parecem com certos diplomatas, abanam a cauda para qualquer autoridade...”
 
FORA DA REFORMA
Um movimento na Câmara dos Deputados, encampado por parlamentares da bancada da bala, busca apoio para retirar policiais e outros agentes de Segurança Pública do texto da Reforma Administrativa (PEC 32). A avaliação, porém, é de que será difícil de emplacar essa medida, e a alternativa apontada é abrandar regras para esses servidores. Uma emenda, de autoria do deputado Nicoletti (PSL-RR) - que é policial rodoviário federal -, por exemplo, amplia o prazo para as regras da reforma (se a proposta passar) começarem a valer para a área. A sugestão de aditivo também prevê outras diferenciações em relação às demais carreiras do serviço público.
 
GRACO MAGALHÃES
Completou 99 anos neste domingo 23 de maio, o Comandante Graco Magalhães, que pilotou a aeronave oficial do Governo do Rio Grande do Norte em várias gestões consecutivas. Lúcido, e já se preparando para o centenário em 2022, comemorou com a família nos últimos dias, em seu Instagram, Toninho, filho do comandante, fez uma série de postagens com fotos que relembraram sua fecunda história, falando sobre seu amigo de juventude, meu tio-avô, Major Hortêncio de Brito, que comandou o primeiro voo do Correio Aéreo Militar. No áudio, Magalhães comentou sobre um episódio pra lá de pitoresco, quando no aeroporto de Assunção, no Paraguai, destino do voo do CAM, o Major Hortêncio teve que párar a aeronave à bala.
 
ENGENHEIRO AERONÁUTICO
O saudoso deputado Maurício Fruet (MDB-PR) sempre pregava peças nos amigos e até em desconhecidos. Certa vez, em um voo Brasília-Curitiba, percebeu que dois gaúchos ao lado tinham medo de avião. Disse-lhes que era “engenheiro aeronáutico” e que, como eles, seguia para Porto Alegre. “Estou ouvindo um barulhinho na turbina”, observou, “mas não deve ser nada…” Levantou-se dizendo que iria falar com o piloto, mas foi ao banheiro. Voltou: “O piloto não ficou nada preocupado com o barulho na turbina. Sou engenheiro-aeronáutico, mas não sou louco. Vou descer em Curitiba.” Os dois só não fizeram o mesmo porque, já prontos para desembarcar em Curitiba, Fruet confessou a brincadeira.
 
OBITUÁRIO 1
Luto na imprensa potiguar. Encantou-se na manhã de quarta-feira, 26 de maio, no Hospital do Coração de Natal, o colega jornalista João Batista Machado, 76 anos, membro da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras e do Instituto Histórico e Geográfico do Estado. Machadinho, como era carinhosamente chamado por amigos, lutava contra um câncer de intestino e contraiu Covid-19. Cavalheiro e cordial, o Mestre da Notícia me chamava de jornalista cristão teve passagem por vários veículos de comunicação do Brasil e do Estado: Tribuna do Norte, Diário de Natal, foi redator da Agência Dumbo Publicidade e, ainda, correspondente de O Globo. Foi assessor de imprensa de quatro governadores do Estado: Tarcisio Maia, José Agripino, por dois mandatos, Radir Pereira e Vivaldo Costa, e do prefeito José Agripino na Prefeitura de Natal. Deixa viúva a minha amiga e colega de faculdade jornalista Salésia Dantas e dois filhos.Minhas condolências à família enlutada.
 
OBITUÁRIO 2
Morre em Mossoró o ex-vereador e ex-presidente da Câmara Municipal, Júnior Escóssia. Mais uma vítima da Covid-19. Júnior é filho do ex-prefeito e ex-deputado estadual João Newton da Escóssia, já falecido. Na última eleição, o nome da filha de Júnior, a médica Luana Santos, chegou a ser cogitado para disputar uma vaga na Câmara de Mossoró, mas a candidatura não chegou a ser registrada. Foi na gestão de João Newton da Escóssia Júnior, “Júnior Escóssia”, que foi deflagrada na Câmara de Mossoró a operação ‘Sal Grosso’. Além da filha médica, o ex-vereador deixa um filho advogado.
 
OBITUÁRIO 3
É com pesar que comunicamos o falecimento quarta-feira, 26 de maio, deste ano, em São Paulo (SP), do médico Jerian de Carvalho Lima aos 74 de idade, vítima de Covid, irmão do meu amigo e irmão na fé médico Jessine de Carvalho Lima, professor aposentado da Universidade Federal (UFRN). Conheci o doutor Jerian, nos anos 70, na qualidade membro da Igreja Presbiteriana de Natal quando cursava a Faculdade de Medicina da UFRN. Especializou-se em anestesia, fixando residência na capital paulista. Seu corpo foi velado, no Velório São Benedito  e seu sepultamento ocorreu no Cemitério da Saudade em Ourinhos (São Paulo). Que Deus conforme seus familiares pela sua partida de Jerian para a Glória Celestial.
 
OBITUÁRIO 4
Empresária, dona de supermercado, Ilza Dantas foi mais uma vítima de Covid-19, no pequeno município de Florânia, a 224 quilômetros de Natal, situado na  região do Seridó do Estado. Ilza é mais uma na lista de pessoas economicamente ativas que não tiveram o direito à vacina que perderam a vida. Infectada com o coronavírus, na quarta-feira, 26 de maio, ela não estava se sentindo bem e foi à unidade de saúde de Florânia onde foi atendida e tomou soro, retornando para casa, sendo foi encontrada sem vida no dia posterior em seu quarto. Exames médicos explicam que tipo de consequência da doença tirou a vida da empresária.
 
OBITUÁRIO 5
O Centro Israelita do Rio Grande do Norte informa  à toda a comunidade Judaica do Estado, o falecimento do nosso querido Haver e ex-presidente da Sinagoga Brás Palatnick,  no dia de 28 de maio passado. O velório ocorreu no Centro de Velório da Avenida 8, no Alecrim, e seu sepultamento deu-se no quadrado judaico do Cemitério do Alecrim de Natal. Manoel deixa muita saudade e muito serviço prestado à comunidade, dono de um grande coração, tinha sempre em mente fazer o bem ao haverim e haverot da comunidade bem como extra comunitários. Manoel estava muito feliz nos últimos dias de vida, teve a oportunidade de ir à Sinagoga depois de finalizada a obra de reforma e teceu grandes elogios a beleza dela. Pai amoroso, haver atento às necessidades da comunidade deixou-nos com a marca do seu apoio. Vale ressaltar que, Manoel Moura, era servidor aposentado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) em Natal. Aos familiares de Manoel nossos sinceros pêsames pela sua última viagem para a eternidade.
 
GIRO PELO TWITTER...
 
...Como atraso, parabenizo meu amigo e leitor da coluna advogado Adson Luiz de Souza Martins, ex-prefeito de Umarizal, que sábado, 22 de maio festejou idade nova. Que a data memorável o som se torne música, o movimento se torne dança, o sorriso se torne alegria, o riso e a vida se torne uma eterna celebração! . Leia e medite no Salmo 90. Forte abraço;
 
...Bodas de Carvalho - Felicito ao nobre casal pastor Vladimir Caldas de Lima e sua digna esposa Nereuda Fernandes Caldas, leitores da coluna que completou 38 anos de casados, quarta-feira, 26 de maio último, isto é Bodas de carvalho. Que Deus abençoe o venturoso par. “Pois as muitas águas poderiam apagar este amor e nem os rios afogá-lo”;
 
...Se a velhice é inevitável, curta a velhice, e de preferência com bom humor. Quando Winston Churchill fez 80 anos, um repórter de menos de 30 foi fotografá-lo e disse: - Sir Winston, espero fotografá-lo novamente nos seus 90 anos. Resposta de Churchill: - Por que não? Você me parece bastante saudável;
 
...Delfim Neto, o bruxo da economia dos governos militares, ao conceder entrevista à revista Veja, desabafou laconicamente: “Lula vai dar um banho no primeiro turno das próximas eleições presidenciais”. Só a direita brasileira, a de cabeça torta, não nota que ressuscitou o ex-torneiro mecânico;
 
...A ciência e a tecnologia podem ser aliadas poderosas na preservação do meio ambiente, assegurando um desenvolvimento sustentável. Pensando nessa relação, a Prefeitura de Natal vai debater o tema na Semana do Meio Ambiente 2021. O evento acontece entre os dias 1º e 5 de junho, de forma virtual, devido à pandemia, através do canal oficial da PMN no Youtube;
 
...O jornalista João Batista Machado, na intimidade Machadinho, recentemente falecido foi mais do que exímio repórter político, que mais contou nos seus livros publicados com isenção e precisão a história política contemporânea, deste Estado;e
 
...O consórcio de veículos de imprensa que acompanha os dados de Covid junto às secretarias estaduais de Saúde registrou mais de 2.418 mortes em razão da doença no Brasil nas últimas 24 horas. Que horror!