Liliana Borges

14/08/2021
 
SINES, Porto Covo…
 
 
Sines é um dos Concelhos do Distrito de Setúbal, faz parte do Parque Natural do Sudoeste Alentejano e Costa Vicentina. O município é composto por sua sede que leva o mesmo nome, situada a cerca de 159 km de Lisboa com aproximadamente 14.200 habitantes, mais a freguesia de Porto Covo.
 
A região é considerada um centro industrial, inclusive possui uma refinaria de petróleo, destacando-se a indústria petroquímica entre várias outras. Cabe mencionar que o Porto de Sines é o primeiro maior porto artificial de Portugal, como também, é um porto de águas profundas facilitando a diversificação do movimento de embarcações e mercadorias.
 
Além disso, possui outras atividades econômicas relevantes como a pesca, serviços e turismo. É a terra de Vasco da Gama e gente do mar como menciona o site do município. Rica nas suas tradições, promove vários eventos culturais como o renomado “Festival Músicas do Mundo” que está entre os mais importantes do globo, realiza-se no mês de julho no cenário do castelo e alguns outros locais. 
 
Quanto ao seu patrimônio histórico, destaca-se o Castelo de Sines que foi erguido em 1424, mas na região do morro do castelo foi habitado desde à pré-história, onde possui uma visão panorâmica privilegiada da localidade e junto a fortaleza está uma suntuosa estátua de Vasco da Gama, 1469 – 1524.
 
A placa no monumento faz a seguinte referência de sua carreira grandiosa: “Descobridor e Almirante do Mar e da Índia, Conde da Vidigueira e Vice-Rei da Índia” com a famosa frase de Camões: “…AQUELE ILUSTRE GAMA QUE PARA SI DE ENEAS TOMA A FAMA.”
 
Porto Covo é a única freguesia além da sede do concelho com cerca de 1.038 habitantes (2011), próxima de Vila Nova de Milfontes a 19 km. No início de 2019 tive a oportunidade de visitar a Costa Vicentina em companhia de bons amigos e sua imagem ficou na minha memória, somente agora comecei a conhecer melhor alguns lugares neste litoral na badalada estação de verão. 
 
Pequenina vila graciosa e aconchegante com suas casas brancas e azuis. A rua principal repleta de restaurantes, cafeterias, sorveterias, charmosas lojas decoradas lindamente, a exemplo da “A Casinha” com inúmeros mimosos artigos. 
 
A Igreja de Nossa Senhora da Soledade nos reporta ao século XVIII e na Praça à sua frente há sempre nesta época uma adorável feirinha de artesanato e produtos regionais. Ao longo da rua principal gente a circular curtindo cada canto e recanto, local de ponto de encontros onde podemos apreciar as iguarias da culinária portuguesa.  
 
Eu e minha filha almoçamos no Restaurante Vasco da Gama, deliciosos chocos crocantes, arroz bem soltinhos e batatas fritas bem sequinhas, acompanhei com uma refrescante sangria e depois dividimos uma saborosa “Baba de Camelo”, tradicional na região. Esta sobremesa é feita a base de leite condensado e ovos e, os chocos são moluscos marinhos semelhantes as lulas, abundantes em Setúbal e muito apreciado na sua culinária. 
 
Caminhando ao longo desta rua principal em direção ao mar, iremos chegar na Praia dos Buizinhos, uma pequena e bela praia com o mar de águas cristalinas que mudam sua cor conforme a vontade da natureza entre o azul celeste e o verde esmeralda em harmonia com os rochedos, onde ondas se desmancham ao se chocarem ao seu encontro produzindo o inebriante som do vai e vem da maré.
 
 No alto da encosta há um agradável mirante com uma extensa área, permite uma boa visibilidade da paisagem que inclui a Ilha do Pessegueiro. O lugar é para ficar por tempo suficiente para encher nossos olhos com sua beleza, ainda, possui mesas para merendas com o privilégio de admirar o espetáculo da natureza.
 
Entre publicações de jornais, revistas renomadas, concursos e opiniões as praias de Porto Covo são classificadas como as mais belas do planeta…
 
Lugar adorável, encantador…
 
Simplesmente imperdível, voltarei…