Claudino Leite

14/09/2021
 
PARE E REFLITA...
“E se o meu povo, que se chama pelo um nome, se humilhar, e orar, e buscar a minha face e se converter dos seus maus caminhos então eu ouvirei dos céus, e perdoarei os seus pecados, e sararei a sua terra” (2º
Crônicas 7:14).
 
PROCURA-SE UMA IGREJA
Sim, que use a Bíblia Sagrada do jeito que era usada em outrora. Que use o Livro Sagrado como revelação de Deus. Aliás, uma boa Bíblia tradicional e fiel, e não as publicações "à la carte" (bíblia para idosos, para jovens, para trabalhadores, para empresários, etc.). Não importa que tenha capa preta e letras de tipos antigos. Não importa que uma ou outra palavra precise ser consultada no dicionário do lexicógrafo Antônio Houaiss, lançado em 2001, no Rio de Janeiro. A Bíblia Sagrada serve aprimora os conhecimentos de seus leitores. Que use as Santas Escrituras acreditando nela. Confiando em seus escritos, linha por linha, letra por letra. Que creia em sua inerrância e em sua total confiabilidade. Que a use no púlpito, não por pretexto para eventos sociais, políticos ou comerciais, mas como a Palavra da Verdade, revelação divina para todos os povos. Procura-se uma igreja que tenha púlpito. Sim, porque o tablado das igrejas tem abrigado toda sorte de coisas, menos um púlpito. Lá encontram-se baterias, guitarras, pandeiros, atabaques, portas-microfone, câmeras, luzes, castiçais de Israel, óleos de Jerusalém, cartazes comerciais, "links" ao vivo para tv e Internet, mas dificilmente se encontra um púlpito, além de políticos travestidos de boa praça e interessados em comercializar os votos dos fiéis declarando que são os “Salvadores da Pátria”, porém trabalham como “Ave de Rapina”, em detrimento próprio afirmando que viveremos dias de glória, dificultando o eleitor de escolher o melhor. E agora, José?. Para os não familiarizados, púlpito é aquele móvel em que os pastores antigamente usavam para colocar as suas Bíblias e pregar o Evangelho. Procura-se uma igreja com templo. Não precisa ser um grande o santuário. Não precisa ter torre, relógio e cruz, nem tampouco ter um órgão de tubo ou piano de cauda. Um lugar reservado para adoração a Deus, um lugar onde as pessoas se consagrem para a oração, a meditação, o respeito e as coisas divinas. Geralmente, encontram-se ex-templos onde hoje estão casas lotéricas, açougues, mercados, cinemas ou agências bancárias, porque as igrejas que os usavam acabaram por alugar grandes auditórios, fábricas, pizzarias ou ginásios esportivos. O templo tornou-se obsoleto quanto a adoração tradicional bíblica. O santuário não comportava a "aeróbica cristã", que faz com que os participantes suem tanto quanto uma boa aula de ginástica. Procura-se uma igreja que tenha seja um prédio de tijolos, de barro ou de bambus, mas que seja "Casa de Oração", lugar de reverência, de alegria espiritual, de encontro com Deus. 
 
CÂNTICOS
Procura-se uma igreja que ainda ouse usar um "Cântico de Louvor", "Cantor Cristão", um "Hinário Evangélico," uma "Harpa Cristã", umas “Melodias de Vitória", um "Salmos e Hinos" ou outro hinário que contenha as preciosidades das músicas sacras, que enlevam  a alma, entoando  cânticos que para o deleite espiritual  da alma cansada que necessita de refúgio. Uma igreja que ainda use os hinos publicados em forma de livrinho, não apenas um retroprojetor com transparências, que priva as pessoas de levarem a letra para casa e estudá-la, decorá-la, entoá-la em seu devocional particular, ou seu culto doméstico.Uma igreja que não tenha duas leis, dois pesos e duas medidas, disciplinando severamente os que não fazem diferença no orçamento mensal, e encobrindo  as desonestidades, as falcatruas, as maledicências dos mais ricos. Uma igreja que não coloque um político no púlpito e uma pobre velhinha malcheirosa no canto, junto à porta de saída. Procura-se uma igreja que tenha pastor e não um empregado, interessado em receber salários polpudos no final de cada mês. E não um pastor do tipo "profissional da área religiosa", mas "profissional da área celestial". Por fim, procura-se essa igreja desse perfil. Aos que souberem o seu paradeiro, favor ligarem para os crentes de bom senso, notificando o achado. Talvez, não restem muitas dessas por aí. E me avisem também, para que eu saiba para onde ir, se acaso precisar. 
 
SAUDADE...
Tenho saudade daqueles que partiram para a eternidade: meu pai José Claudino Leite, minha mãe Maria José dos Santos Leite, os manos Saulo dos Santos Leite, Loide dos Santos Leite Barbosa, Jovan dos Santos Leite, as tias Guiomar dos Santos Ximenes, Cecília dos Santos Medina, minha cunhada Guacyra Augusta Picado Leite, além da sobrinha Susy Coelho Leite, meus inesquecíveis entes queridos que cumpriram a missão a eles predestinada.Descansem em paz. Sei que Deus os receberam de abraços abertos no Reino Celestial. Saudade...
 
BÍBLIA IMPRESSA
O exemplar foi o primeiro impresso na prensa de tipos móveis, no século XV, por Johannes Gutenberg, que deu uma importante contribuição para a Reforma Protestante . A Primeira Bíblia impressa no Ocidente continua sendo mantida na Biblioteca Nacional da França (BNF), mas agora também pode ser conferida gratuitamente online. A digitalização da chamada Bíblia de Gutenberg está disponível no “Gallica”, que armazena a biblioteca digital da instituição. Os dois raros exemplares da Bíblia de Gutenberg (só restam cerca de 50 no mundo) têm um significado marcante para que se conte a história da Reforma Protestante hoje. Elas foram impressas na primeira prensa de tipos móveis de Gutenberg, em Mogúncia, por volta de 1.455 (pouco antes do início da Reforma). O desenvolvimento da nova técnica para produzir livros acabou possibilitando que as Escrituras Sagradas se tornassem mais acessíveis à população, como propunham os reformadores, o monge Martinho Lutero e João Calvino.
 
INDÍGENAS NO EVANGELHO
No dia 9 de agosto, é comemorado o Dia Internacional dos Povos Indígenas, instituído em 1982, pela Organização das Nações Unidas (ONU), por ocasião todas as tribos, línguas e nações, com os índios não é diferente. Existem milhões deles servindo a Deus pelo mundo a fora. Milhares de várias etnias professam a fé em Jesus e o servem com alegria, inclusive muitos deles são pastores e missionários.
 
ÉTICA JORNALÍSTICA?
É o conjunto de normas e procedimentos éticos que regem a atividade do jornalismo. A ética se refere à conduta desejável do jornalista: objetividade, imparcialidade, verdade, precisão e confiabilidade. Segundo Eurípedes Alcântara, ex-diretor de Redação da revista VEJA a ética do jornalista não pode variar conforme a ética da fonte que lhe está dando informação. Entrevistar o papa não nos faz santos. Ter um corrupto como informante não nos corrompe. VEJA nunca permitiu que suas páginas fossem usadas para outro fim que não fosse do interesse público. Sempre que a denúncia é publicada, alguém ganha e alguém perde. Um ministro cai e outro sobe. Um grupo político é prejudicado e outro é beneficiado. São consequências normais da divulgação dos fatos verdadeiros. No trabalho diário, tais circunstâncias são tão naturais que não são discutidas. O jornalismo é feito com fontes de informação. O jornalista não é pago para saber. É pago para descobrir. Por essa razão, as relações com suas fontes merecem uma reflexão permanente para preservá-la.
 
ORGULHO DE MOURÃO
Recebo na bacia das almas o texto do amigo, colega jornalista e irmão em Cristo, Francisco Francerly, editor de a revista “Aliança” e destaco parte do seu texto: “Hoje vi o General Dacildo Mourão, que por acaso é vice-presidente da República, se orgulhar de o governo ter conseguido arrebanhar uma multidão de fiéis que atenderam religiosamente ao seu chamamento. Aliás, ao vice-presidente não está sendo dado sequer o direito de se orgulhar de algo nesse governo. Se no Dia 7 de Setembro, esteve presente no palanque do presidente, e nem sequer foi convidado à reunião de ministros. Mas, arrebanhar gente em plena da Pandemia não deveria ser motivo de orgulho pra ninguém. Me orgulharia em ver a gasolina desatrelar do dólar e do mercado internacional, e cessar os frequentes aumentos de preço.Ficaria feliz se visse o gás de cozinha se tornar um bem social e ser vendido por um valor justo, em ver as camadas populares poderem voltar a comer carne e ter acesso aos principais itens da cesta básica, em ver o desemprego não ser mais o motivo de desesperança para milhões de jovens e adultos. Ficaria orgulhoso se visse a saúde ser encarada com responsabilidade e humanidade pelo Governo Federal, se os idosos e famílias enlutadas na Pandemia não tivessem sido tratados com desdém por um presidente da República que se mostrou frio, calculista e desumano”. 
 
EITA, PRESIDENTE!
O presidente Jair Bolsonaro tá tão acuado que publicou rapidamente o texto de autoria do ex-presidente Michel Temer. O chefe do Governo mandou o avião presidencial buscar Temer em São Paulo pedindo socorro. Continua em ótimas companhias. Foi Temer quem planejou a derrubada da presidente Dilma Rousseff e por duas vezes foi preso. O documento de pacificação escrito por Temer e assinado por Bolsonaro não tem  crédito pela maioria imprensa nacional e internacional que não é obrigada a bater palmas para o capitão.
 
PENSE NISSO...
Nunca deixe para amanhã, o que pode fazer hoje. O tempo é precioso. O ontem não volta mais! E o amanhã é consequência de hoje!  Amanhã, pode ser muito tarde...Para você dizer que ama, para você dizer que perdeu, para  você afirmar que quer tentar novamente, para você pedir perdão, para você dizer desculpe-me, o erro foi meu!  Enfim, porque amanhã...O seu amor pode ser inútil; o seu perdão pode não ser preciso; a sua volta pode já não ser esperada; o seu carinho pode não ser necessário; o seu abraço pode não encontrar outros abraços, visto que, célere são os dias, os meses e os anos. Pense nisso...
 
MEU VIZINHO DO TIROL
Rubens Lemos Filho (Rubinho), jornalista talentoso, findou agosto enviando para a Offset Editora os originais do seu novo livro, “Juvenal Lamartine Primeiro Estádio”.Rubinho, conta a história (memórias vivas, sim) do nosso primeiro estádio de futebol, o famoso “Campo do Tirol”, que agora em outubro faz 83 anos de sua inauguração, resistindo heroicamente. Se a memória mão me falha, e ela já dá topadas nas calçadas esburacadas do tempo, este é o sexto livro do festejado querido vizinho, quase todos falando sobre futebol. Uma das estrelas do jornalismo potiguar (com PhD em futebol) e pesquisador de um fôlego exuberante, para chegar ao livro (passa das 500 páginas). O filho de “Rubão” foi bater nos arquivos de jornais e revistas, daqui e de fora, deu paradas em muitas estantes e navegou pelas águas às vezes tumultuadas da Internet. Muito trabalho, suavizado graças ao talento prodigioso de escritor.
 
O GALO
Meu amigo, ex-prefeito de Macaíba e ex-deputado estadual, ex-presidente do Tribunal de Contas do Estado (TCE), presidente de Honra do Instituto Histórico e Geográfico do RN, Valério Mesquita, apela à Fundação José Augusto para a volta da circulação de o jornal “O Galo”. Já pediu ao presidente Crispiniano Neto que “não deixe o Galo morrer”.Fundado em 1988 (governo Geraldo Melo), tem sofrido paradas de circulação nos últimos anos. Em seu “Facebook”, Valério publicou um artigo intitulado: “Em nome do bem”, pregando a volta de “O Galo”. Ressalto um trecho: “...durante 15 anos, em Natal “O Galo” cantou, sendo um jornal de cultura. Mesmo não no alvorecer da aurora o seu canto alto e sonoro ultrapassou os limites do Rio Grande do Norte, levando a mensagem da nossa literatura aos quadrantes do país.Tornou-se conhecido e respeitado. Hoje, chovem perguntas no terreiro potiguar: Cadê O Galo? Por que emudeceu? Valério já presidiu a Fundação José Augusto, o Instituto Histórico e Geográfico do Rio Grande do Norte, além do TCE. É imortal da Academia Norte-Rio-Grandense de Letras e membro do Conselho Estadual de Cultura.
 
CLÁUDIO, O HISTORIAQDOR
O professor e ex-chefe do Departamento de Artes do Centro de Humanas (CCHLA) da Universidade Federal (UFRN), Cláudio Augusto Pinto Galvão, o historiador da nossa vida cultural e literária contemporânea, já chegou ao ano de 1954, acerca da obra do poeta Antônio Pinto de Medeiros. Na cena do baile do Aero Clube, ele dançando com a poetisa Zila Mamede que lançara “Rosa de Pedra”. Crítico literário implacável, Antônio Pinto, na sua coluna “Santo Ofício”, rasgava o véu das mediocridades lítero-recreativas provincianas. E chegou até a um grave conflito e rompimento com a Academia Norte-Rio-Grandense de Letras. O mestre Cláudio ainda não tem data para terminar a pesquisa, mas é possível que entregue ao leitor até final do próximo ano. Os dois livros do poeta - ‘Um poeta à toa’ e ‘Rio do Vento’, foram relançados numa edição Sol Negro com um belo ensaio do professor Tarcísio Gurgel.
 
GRANDE PONTO
O tempo passou suavemente. A vida é curta e não acreditávamos. Hoje, o Grande Ponto é como se fosse uma velha estação de trens que passam sem destino. Ainda tenho dois amigos: Júlio dono de uma cigarreira e Itaércia, minha costureira predileta que de vez em quando visito. Chego, puxo duas ou três lembranças que ainda boiam, sem vida, no mar dos sargaços, e logo vou embora. Uso a desculpa de ter mandado lavar o carro. Desculpa esfarrapada. É só saudade.
 
100 ANOS DE PAULO FREIRE
O professor Paulo Freire tinha um método de alfabetização que prometia alfabetizar um adulto em 40 horas/aula; alfabetizar e conscientizar.
Porém, não houve um Governo de esquerda que tivesse tido a coragem de bancar essa teoria. O primeiro foi Aluízio Alves, com recursos da Aliança Para o Progresso, um programa americano. No ano do seu centenário, Paulo Freire, reconhecido pela esquerda com uma espécie de padroeiro da Educação no Brasil é tema de um colóquio na Universidade Federal  do Rio Grande do Norte (UFRN), entre os dias 15 a 17 de setembro, com o tema “Paulo Freire e a História da Educação”.
 
OBITUÁRIO
. Acidente Vascular Cerebral (AVC) levou a óbito, quarta-feira, 8 de setembro, em Brasília (DF), o ministro aposentado do Superior Tribunal de Justiça (STJ), José Augusto Delgado aos 83 anos. O magistrado foi empossado no STJ em 15 de dezembro de 1995. Natural São José de Campestre (RN), formou-se pela UFRN e possuía especialização em Direito Civil e Comercial pela mesma instituição. Foi juiz de Direito no Estado, juiz eleitoral e juiz federal substituto (cargo transformado em juiz federal), entre outros. Foi brilhante nas funções em que desempenhou, deixando um legado indelével. "Perdemos mais um grande nome que abrilhantou o Direito Brasileiro. Perde a magistratura nacional uma figura humana exemplar, notável e culto jurista. Que Deus, em sua infinita misericórdia, console a família e amigos", ressaltou o presidente do STJ, ministro Humberto Martins, em nome da corte. A morte do Ministro Delgado significa uma perda nas letras jurídicas nacionais e merece respeito das gerações futuras. O pesar é extensivo à viúva, Maria José Costa Delgado e os filhos Magnus, Liane  Maria  e Ângelo Augusto.
 
. Perdemos o colega jornalista Dermi Azevedo, que faleceu quarta-feira, primeiro de setembro, em São Paulo (SP), vítima de um infarto fulminante. Há algum tempo sofria de Parkinson. Tinha 72 anos. Potiguar, nascido em Jardim do Seridó, Dermi integrava o time dos melhores jornalistas brasileiros passando pelas redações dos jornais “Folha de São Paulo”,” Estadão”, “Jornal da Tarde”, “Última Hora”, revistas “Veja”, “Visão”, “Manchete”, “Istoé”, “Fatos e Fotos”. Foi repórter de o extinto “Diário de Natal”, de chefe de redação de a “Tribuna do Norte”, anos de 70/80. Foi um dos fundadores e primeiro presidente da Cooperativa dos Jornalistas de Natal Ltda (COOJORNAT), e também do Movimento Nacional de Direitos Humanos. Descanse em paz Dermi!
 
GIRO PELO TWITTER...
 
...Felicito o meu amigo e leal colega de trabalho da Universidade Federal (UFRN), o sociólogo Márcio Josehpus de Paraguassu Macedo, que quinta-feira, 9 de setembro festejou  idade nova. Que os seus dias sejam abundantes e prósperos. Parabéns Marcinho!
 
...Segunda-feira, 4 de outubro vindouro, a Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN), volta com seu trabalho presencial, tendo em vista a queda do número dos infectados do coronavírus;
 
...Numa tentativa de se reaproximar ainda mais da comunidade evangélica, o Partido dos Trabalhadores (PT) fundou um movimento que é liderado deputada federal evangélica da Assembleia de Deus no Rio de Janeiro Benedita da Silva (PT-RJ). Será que por isso, ela está desviada do Evangelho? Duvido?; 
...Para os que negam o valor da vacina: cresce a cada dia o número de municípios sem registro de mortes. Os mesmos que antes tinham estatística diária. Só os malucos ainda duvidam; 
...Andamos tão loucos que a ira se fez até contra quem pacificamente botou bandeiras do Brasil nas fachadas e nos automóveis nas manifestações de 7 de Setembro. A liberdade é a maior vítima da polarização dasenfreada. e
...Atenção,Jesus vem breve buscar à sua igreja. Estás preparado?