Liliana Borges

18/09/2021
 
COSTA NOVA, Armazéns a Casas Balneares…
 
O Concelho de Ílhavo está inserido no Distrito de Aveiro, cerca de 250 Km de Lisboa na Região Centro de Portugal, subdivido em quatro freguesias e entre elas a Gafanha da Encanação na qual está situada a Praia da Costa Nova do Prado, mais conhecida apenas como Costa Nova, especificamente localizada na linha de costa da Ria de Aveiro.
 
Cabe lembrar que ria é uma depressão constituída de água salobra situada na borda litorânea ligada ao mar através de canal e esta percorre os Distritos de Aveiro e Coimbra ao longo de 45 Km.
 
A origem de sua denominação “Costa Nova do Prado”, provavelmente, foi em decorrência da oposição a “Costa Velha” e mais um enorme prado que existia naquela área. A Vila está muito próxima da Cidade de Aveiro, apenas a 13 km, um dos motivos para incluir nos roteiros ao visitar a região, além de possuir uma curiosa peculiaridade que são as graciosas casas listradas em duas cores que alternam o branco com uma cor vibrante como o azul, verde, amarelo, vermelho, marrom ou preto.
 
As atuais edificações pintadas com listras verticais e horizontais foram inspiradas nos antigos “palheiros”, armazéns de matérias de pescas e salgas de sardinhas, como também, nas antigas casas dos pescadores, pois estes passaram a viver com suas famílias por lá a cerca do início do século XIX, onde foi dado uma nova vida as antigas edificações colorindo suas fachadas em forma de riscas.
 
 Reza a lenda que as listras eram para facilitar a identificação dos palheiros quando os pescadores retornavam do mar em tempo de nevoeiros e, se por caso, tivessem abusado da bebida alcoólica não confundiriam sua propriedade adentrando em algum lugar que não seria seu. 
 
Atualmente foram convertidas em casas balneares e comerciais que mantém a tradição da região deixando, assim, o ambiente cada vez mais alegre, aconchegante e acolhedor, contribuindo para fomentar o turismo local. É um espetáculo de cores que se misturam harmonicamente com a paisagem caracterizando traços marcantes e inigualáveis, os quais simbolizam a localidade enchendo nossos olhos com sua beleza. 
 
Ademais no verão é uma praia concorridíssima e renomada pela a prática de desportos náuticos a exemplo do kitesurf, stand-up pedal, entre outros. Considerada a casa dos mais antigos clubes de vela de Portugal.
 
Sua gastronomia está voltada para os deliciosos frutos do mar com apetitosas iguarias, como também, destacam-se seus doces regionais a exemplo das “tripas” que se assemelham a crepes recheados. Cabe mencionar o tradicional mercado de peixe com muitas variedades, inclusive é afamado pela qualidade de seus mariscos, além do mais, em agosto acontece o “Ria a Gosto – Festival de Marisco da Costa Nova”,  
 
Ao longo da Avenida principal na ribeirinha há muitos atrativos como as charmosas lojas de cerâmicas que a maiorias das peças são produzidas na localidade, artesanatos, cafeterias, pastelarias, restaurantes, sorveterias, além de suas organizadas ciclovias onde acontece variados eventos na modalidade esportiva. 
 
A região se destaca no turismo, pesca, comércio e serviços, indústria de cerâmica, inclusive a conceituada fábrica de porcelana portuguesa “Vista Alegre”, fundada em 1824 e considerada a mais antiga da Península Ibérica está localizada no Município. Entretanto não tive oportunidade de conhecer desta vez.
 
Cada lugar que conhecemos tem seus cantos, recantos e encantos e por aqui sempre fica o “gostinho de quero mais”, pois frequentemente bate a nossa porta o desejo de voltar e, assim, uma nova perspectiva por outro olhar, novas descobertas…
 
Vale muito conhecer…