Liliana Borges

30/07/2022

 

OLINDA, Lisboa Pequena…
 
 
Olinda é um município de Pernambuco situado na região metropolitana de Recife a capital do Estado, localizada no litoral do nordeste brasileiro com uma população aproximadamente de 400.000 habitantes.
 
A cidade foi classificada como Patrimônio Histórico e Cultural da Humanidade pela UNESCO em 1982, mais adiante em 2006 eleita a primeira Capital da Cultura Brasileira. Fundada em 1532, considerada o centro urbano mais rico do “Brasil Colônia” entre os séculos XVI e início do XVII.
 
Graciosa cidade com ingrimes ladeiras repletas de belos casarios que nos reporta a todo instante ao período colonial, a qual já foi conhecida como a “Lisboa Pequena”. Basta caminhar pelas suas ruas e apreciar seu rico patrimônio histórico com suntuosas igrejas, conventos e edificações para perceber a semelhança com a Capital Portuguesa, como se fosse uma Lisboa em miniatura.
 
Cultura e arte estão por todos os lados, há vários ateliês de artistas tantos renomados como desconhecidos que enchem nossos olhos com a beleza e diversidade de suas obras, como também, inúmeras peças elaboradas em grande estilo pelos artesãos pernambucanos expostos à venda nas charmosas lojas e feirinhas de artesanato.
 
Famosa pelo seu Carnaval de rua e a musicalidade a flor da pele como o “Frevo”, ritmo criado em Pernambuco, declarado Patrimônio Imaterial da Humanidade pela UNESCO em 2012. Na temporada carnavalesca os foliões disputam cada espaço nas ruas com alegria contagiante, os quais acompanham as bandinhas de frevo subindo e descendo ladeiras.
 
Brinquei muitos carnavais em companhia de amigos e familiares que vou levar na memória por toda a vida. Momentos especiais, difícil é descrever a emoção. Música, dança, blocos, fantasias criativas com boa dose de humor representando algum fato ocorrido ou personalidades do momento, além dos “Gigantes Bonecos de Olinda” desfilando no meio do povo…
 
Visitei a cidade nestas férias ao Brasil, cada época tem seus encantos. Subimos até o Alto da Sé para apreciar a vista panorâmica de Olinda e Recife, lugar que reúne arte, artesanato, culinária e história ao mesmo tempo, a exemplo da Catedral da Sé fundada em 1540 e o Observatório Astronômico construído em 1890 em estilo neoclássico. Na sequência fomos à “Casa dos Bonecos, Gigantes e Mirins de Olinda” que representam várias personalidades com muita criatividade. 
 
Cabe ressaltar que ao longo da cidade há guias turísticos aptos para ciceronear os visitantes com seus vastos conhecimentos, os quais fazem parte de projetos sociais destinados a formar profissionais relacionados ao turismo. É muito interessante utilizar este serviço, além de uma aula recheada de curiosidades a céu aberto cobram preços justos.  
 
Finalizamos a tarde na Cafeteria Alto da Sé saboreando o “Bolo Souza Leão”, especialidade da casa por Arnandes Fernandes Vieira, considerado por muitos o melhor de Olinda e até mesmo do Estado. Lugar aconchegante e que merece uma paradinha para apreciar um bom café acompanhado pela preciosa iguaria, além da esplanada ao fundo que complementa o cenário com uma linda paisagem até onde nossos olhos alcançam.
 
Olinda é um misto de arte, musicalidade, gastronomia, cultura e história que vale muito conhecer a qualquer tempo… 
 

CONFIRA O VÍDEO SOBRE O ASSUNTO NO MEU CANAL NO YOUTUBE LILIANA BORGES EM PORTUGAL: https://youtu.be/ex142WOtRo8