Professor Carlos Gomes

02/08/2022

 

Estudos sobre os Impactos Ambientais no Rio Potengi

 

Como vai caro leitor?  Como o tempo passa rápido, não é? Agora já estamos na terceira edição da nossa coluna Escola e a Produção Científica. Pois bem, hoje trago uma coletânea de iniciativas que algumas foram executadas e outras ficaram como Projetos importantes para serem colocados em evidência no planejamento orçamentário para quem de direito.

 
Temos o privilégio de contar desta vez com o Professor Ms Silenildo Rafael Lopes, desde agora por diante Professor Silenildo, e seus alunos da Escola Estadual Maurício Freire da cidade de São Paulo do Potengi, Arlon Breno Ferreira de Carvalho, Emilly Fernanda Farias Mota, Flávio Batista de Souza, Jeifran Ramos do Nascimento e Jordan Medeiros de Araújo. 
 
Aconteceu também a colaboração do Professor da Escola e das Instituições Universitárias como o Professor da Escola Estadual Maurício Freire (EEMF) Fernando Moreira da Silva Prof. Dr. do Departamento de Geografia (UFRN), George Santos Marinho Prof. Dr. do Departamento de Engenharia Mecânica (UFRN), colaboradores do Instituto de Defesa do Meio Ambiente - IDEMA e da Secretaria do Estado do Meio Ambiente e Recursos Hídricos do Estado do Rio Grande do Norte– SEMARH. 
 
Amigo leitor, vou colocar para vocês a proposta de resultados esperados do Projeto Estudo da Relação Clima e Qualidade da Água do Rio Potengi no Município de São Paulo do Potengi/RN para que se perceba o nível de necessidade deste estudo, então vamos aos resultados propostos: 
 
 • Desenvolvimento da sensibilidade ambiental junto aos discentes, professores e comunidade;
• Publicação de boletins climatológicos mensais, com base nos dados coletados no projeto;
• Criação de banco de dados sobre qualidade da água e variáveis hidroclimatológicas; 
• Implantação de uma comissão permanente de observação do uso, ocupação e monitoramento da qualidade do rio Potengi, composta de docentes e discentes da Escola Estadual Maurício Freire; 
• Apresentação dos resultados do projeto durante a Feira de Ciências da Escola Estadual Maurício Freire; 
• Realização de evento aberto à comunidade, específico para divulgação dos resultados finais do projeto, com apresentação de palestras e apresentação de artigos pelos alunos; 
• Publicação de artigos em congressos de iniciação científica e educação ambiental. 
 
O Professor Silenildo nos diz que o Projeto Estudo da Relação entre Clima e Qualidade da Água do Rio Potengi no Município de São Paulo do Potengi/RN publicado no livro Um Novo Olhar Para a Redução Das Desigualdades de 2018 da Editora OFF7, faz parte de um Projeto maior chamado ÁGUAS DO POTENGI aprovado pela Fundação de Apoio à Pesquisa do Estado do Rio Grande do Norte – FAPERN e pelo Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico – CNPq,  que teve seu início em 2015 com 10 alunos e com a participação nos artigos os alunos Natan Cavalcante, Natan Rawy, Alberto Lorenço e Maria Eduarda alunos(as) do 3º Ano do Ensino Médio. 
 
O Professor Silenildo acrescenta que, infelizmente, especificamente o Projeto publicado em 2018 no livro acima citado, não foi executado por falta de recursos. No entanto, dado ao número de outros Projetos que se viabilizaram o Professor Silenildo nos remete informações de outras iniciativas científicas que foram realizadas com os alunos da mesma escola e que, soma com publicações em artigos na revista Ciência Sempre da FAPERN. Acesse: htpps://issuu.com/docs/fapern_21-07-17
 
Na sequência artigos que fazem referência ao trabalho do Professor Silenildo com seus alunos:
 
Artigo: Diálogos ambientais: integração dos saberes como ferramenta de educação ambiental. Acesse: https://issuu.com/terceirize-natal/docs/fapern_21-7-17
 
Artigo: Caracterização da mata ciliar e suscetibilidade de eutrofização em trechos do rio Potengi, município de São Paulo do Potengi-RN. Acesse: https://issuu.com/terceirize-natal/docs/fapern_21-7-17
 
Artigo: Avaliação da qualidade das águas do rio Potengi e impactos ambientais como ferramenta de educação ambiental. Acesse: https://issuu.com/terceirize-natal/docs/fapern_21-7-17
 
Artigo: Análise Multitemporal da mata ciliar em trechos do Rio Potengi  associada a Educação Ambiental. Acesse:  https://revistaea.org/pf.php?idartigo=3094
 
Amigos leitores e então, vocês devem estar perguntando, os alunos participaram como e em quê além da produção dos artigos? E o resultado para a vida dos Estudantes foi qual? Professor Silenildo responde: “Os estudantes puderam apresentar os resultados da investigação da qualidade ambiental no rio Potengi em diversos eventos, na escola, em feiras locais e regionais e na UFRN. Atualmente, diversos estudantes que participaram do projeto estão na universidade e um acabou de ser aprovado no mestrado em Ensino de Ciências na UFRN, continuando os caminhos da pesquisa científica, iniciado no ensino básico”. 
 
Aqui, caro leitor, está a prova cabal da persistência da Escola, seus Professores e Alunos, em suplantar as dificuldades para fazer a sua preciosa messe. Então a pergunta que não quer calar, por que não se tem maior desenvolvimento nesta área na Escola? A resposta é simples, o que resta a sociedade é oferecer as condições mínimas socioambientais, econômicas e políticas para o desenvolvimento das ciências de uma maneira em geral na Educação Escolar. 
 
Agora, existe urgência no tocante as ciências socioambientais como diz Paulo Freire: “Urge que assumamos o dever de lutar pelos princípios éticos mais fundamentais como do respeito à vida dos seres humanos, à vida dos outros animais, à vida dos pássaros, à vida dos rios e das florestas. Não creio na amorosidade entre homens e mulheres, se não nos tornamos capazes de amar o mundo. A ecologia ganha uma importância fundamental neste fim de século. Ela tem de estar presente em qualquer prática educativa de caráter radical, crítico ou libertador”. ( FREIRE, 2000, p 67). Acesse: https://sustentabiliarte.wordpress.com/2013/12/12/paulo-freire-e-a-educacao-socioambiental/
 
Finalizando esse prazeroso momento com vocês, queremos agradecer de maneira especial ao Professor Mestre Silenildo Rafael Lopes pelo apoio ao nosso trabalho. Agradecemos também aos alunos da Escola Estadual Maurício Freire da cidade de São Paulo do Potengi e a todos que direta ou indiretamente contribuíram com a missão de divulgar a Iniciação Científica na Escola. Por último, com a mesma importância de todos, quero profundamente agradecer a você que separou um pouco do seu precioso tempo para ler a nossa coluna. Amigo leitor, para entrar em contato conosco para dicas e sugestões, é só acessar o Portal Potiguar Notícias que estaremos de braços abertos para recebe-lo. Um abraço fraterno. Até a próxima com a Graça de Deus.