Presidente do Senado confirma presença no SOS Municípios em Natal

16/10/2013

Por: Gerson Castro

O movimento SOS Municípios, que será lançado na próxima segunda-feira, 21, em Natal, contará com a presença do presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB). A confirmação foi feita na tarde desta terça-feira, horas depois da audiência que o senador concedeu ao presidente da Federação dos Municípios do Rio Grande do Norte, prefeito Benes Leocádio, o deputado Tomba Farias (PSB) e o senador José Agripino Maia, do DEM.

Depois de consultar a agenda, o presidente do Senado confirmou a presença no evento que será realizado a partir das 9 horas de segunda-feira na sede social do América Futebol Clube. Prefeitos, vereadores, presidentes de Câmaras Municipais e deputados estaduais pretendem protestar contra o esvaziamento financeiro dos municípios e sensibilizar a bancada federal do Rio Grande do Norte para promover uma revisão do Pacto Federativo que garanta condições de bom funcionamento das prefeituras.

O presidente da Câmara dos Deputados, Henrique Alves, será formalmente convidado para participar do evento. O convite será feito em audiência que o parlamentar norte-riograndense concederá ao presidente da FEMURN e dirigentes de outras federações de municípios da região Nordeste.

CONVITES

Em Brasília, onde se encontram desde ontem, 14, o presidente da FEMURN e o deputado Tomba Farias, que tem feito um importante trabalho de articulação em prol do movimento municipalista do Estado, visitaram gabinetes dos deputados federais e senadores para convidá-los a participar do SOS Municípios. Na semana passada, também em Brasília, o prefeito Benes Leocádio também fez convites a presidentes de federações e associações de municípios do Nordeste, além de dirigentes da Confederação Nacional dos Municípios para participar do encontro em Natal.

O SOS Municípios conta com o apoio e a articulação das Associações Microrregionais de Municípios do Rio Grande do Norte e da Federação das Câmaras Municipais (FECAM-RN), além da Confederação Nacional dos Municípios (CNM).

Fonte: Gerson Castro