Sessão Popular debate Políticas Públicas para Ponta Negra

04/11/2013

Por: George Câmara

Na próxima terça-feira (5) a Câmara Municipal de Natal realiza uma Sessão Popular, em conformidade com seu regimento interno, para debater sobre “a efetivação das políticas públicas na Vila de Ponta Negra, Alagamar e Conjunto Ponta Negra”. Esta sessão, diferentemente das convencionais, será realizada fora do plenário da Casa com a participação direta dos moradores do bairro. A proposição, de iniciativa do Vereador George Câmara (PCdoB), acontece às 19 horas no Centro Pastoral da Vila de Ponta Negra.

 
As políticas públicas referem-se ao conjunto de ações desencadeadas pelo Estado, nas três esferas - federal, estadual e municipal – objetivando atender aos anseios dos mais variados setores da sociedade civil. Cabe aos gestores, estabelecerem metas e encaminharem soluções para resolver problemas sociais nas mais diversas áreas, como educação, saúde, assistência social, habitação, lazer, transporte, segurança e meio ambiente.
 
Para o Vereador George, a Sessão Popular é uma oportunidade de reunir a sociedade civil e a Prefeitura para discutir propostas e critérios para a expansão das políticas públicas locais. De acordo com o parlamentar é necessário pensar em projetos que dialoguem com a realidade do bairro. “Pensando nisto, convocamos representantes de várias Secretarias Municipais de Natal com a perspectiva de ouvir destes técnicos, alternativas e possibilidades estruturantes para Alagamar, Vila e Conjunto de Ponta Negra que contemplem os mais diversos eixos que envolvem as políticas públicas”, disse.
 

Durante a sessão popular, técnicos de diversas Secretarias do Município apresentarão projetos de nas áreas específicas de atuação aos moradores do bairro. Participam da audiência, representantes das Secretarias Municipais de Educação (SME), Meio Ambiente e Urbanismo (SEMURB), Serviços Urbanos (SEMSUR), Segurança Pública e Defesa Social (SEMDES), Obras Públicas e Infraestrutura (SEMOPI), Trabalho e Assistência Social (SEMTAS) e do Comando Geral da PM/RN.

Fonte: George Câmara