Fecomércio RN traz Mailson da Nóbrega e Carlos Alberto Sardenberg para Seminário

30/09/2014


Uma instituição sempre em busca da promoção do desenvolvimento econômico e social do Rio Grande do Norte. Desta forma tem atuado a Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Rio Grande do Norte, que neste ano de 2014 comemora 65 anos de fundação. E para marcar a data, a entidade realiza na noite desta segunda-feira, 29.09, o seminário “Fecomércio RN: 65 anos à frente”, a partir das 19h, no Teatro Riachuelo.

 

No Seminário, o público terá um encontro marcado com a informação e a análise da nossa atual situação econômica, através das palestras do economista e ex-ministro da Fazenda, Maílson da Nóbrega, que falará sobre “O Sistema Fiscal e Tributário Brasileiro, o que precisa ser mudado e como isso deve ser feito?”; e do jornalista especializado em Economia, Carlos Alberto Sardenberg, queirá proferir a palestra “Os rumos da economia brasileira nos próximos anos, como ajustar nossas velas?”. Após as palestras, haverá um debate mediado pelo presidente do Sistema Fecomércio RN, Marcelo Fernandes de Queiroz.

 

O Seminário será aberto ao público. As senhas já estão sendo vendidas na bilheteria do Teatro Riachuelo, e terão preços promocionais (50% de desconto) até o dia 27 de setembro. Até esta data, as plateias A e B saem por R$ 350,00 e frisas e balcão nobre por R$ 250. A partir do dia 28.09, voltam os preços normais (R$ 700 e R$ 500, respectivamente).

 

65 Anos

Ao longo de todo este ano a Fecomércio RN vem promovendo eventos para marcar a passagem dos seus 65 anos de fundação. O primeiro deles foi a reinauguração do edifício-sede, em março; uma edição especial do Motores do Desenvolvimento, que teve nomes em sua programação como Luiza Trajano, Flávio Rocha, Alexandre Sampaio, Alisson Paolinelli e o ministro Guilherme Afif Domingos; e mais recentemente a edição especial do Mérito Jessé Freire, no último dia 1º de agosto.

 

Além disso, foi criado um selo comemorativo, alusivo aos 65 anos, e que passou a ser usado em todos os documentos e correspondências emitidos pela instituição. Ainda este ano será lançado o Prêmio Sistema Fecomércio de Jornalismo, que terá como tema “Fecomércio 65 anos, conquistas e desafios da entidade e do setor que traciona o RN”.

 

Maílson da Nóbrega

Paraibano, iniciou sua carreira como escriturário do Banco do Brasil, e logo foi promovido à direção geral, que ficava no Rio de Janeiro. Foi para Brasília em 1970, quando a presidência da instituição passou a funcionar na cidade. Logo se tornou assessor da presidência e depois assessor técnico. Em 1977 foi emprestado ao Ministério da Indústria e do Comércio. Começou no Ministério da Fazenda em 1979, assessorando os ministros Karlos Rischbieter e Ernane Galvêas, que o alçou a secretário geral. Dirigiu o European Brazilian Bank (Eurobraz), em Londres. Foi Ministro da Fazenda no governo de José Sarney, quando restabeleceu as relações com a comunidade financeira internacional.  Depois de deixar o governo, passou a se dedicar à atividade de consultor econômico, colunista em grandes veículos e publicou quatro livros, entre eles sua autobiografia.

 

Carlos Alberto Sardenberg

O jornalista é âncora do programa de rádio CBN Brasil, veiculado em rede nacional. É comentarista econômico da CBN, da Globonews e da TV Globo. Escreve uma coluna em O Estado de São Paulo e outra no jornal O Globo. Mantém o site http://www.sardenberg.com.br/, com informações e comentários econômicos. Na tevê, foi apresentador do Jornal das Dez da Globonews, do telejornal da Gazeta Mercantil e do Roda Viva, programa de entrevistas da TV Cultura. É palestrante na área de política e política econômica. Em 43 anos de jornalismo, trabalhou como repórter, redator e editor nos jornais O Estado de São Paulo, Jornal do Brasil e Folha de São Paulo. Nas mesmas funções, trabalhou ainda nas revistas Veja e Isto É.