Parque das Dunas tem dança tribal, palhaços e música neste fim de semana

09/09/2017


Foto: Cia. Shaman Tribal. Foto: Divulgação
Neste sábado (9), às 16h30, a próxima atração do Dançando nas Dunas será a Cia. Shaman Tribal, que mostrará diferentes coreografias permeando as várias fontes em que o tribal fusion bebe. O espetáculo traz um ar ritualístico em contato com a natureza, mostrando diversidade de criação e possibilidades dentro do estilo que representam: a Dança Étnica Contemporânea.
 
Apresentando fortes arquétipos da mulher em diferentes tempos e culturas, a Companhia se espelha em mitos e lendas de diversas tradições mostrando o poder da união feminina e a beleza que existe dentro de cada arquétipo. Com direção de Cibelle Souza, a companhia trabalha em duas cidades: Natal e Rio Claro, em São Paulo. O grupo é um dos mais representativos do Brasil, com atuações premiadas em festivais nacionais e internacionais (Chile, Argentina e Estados Unidos).
 
Na manhã do domingo (10), às 10h, os palhaços Bisteca & Bochechinha voltam ao palco do Bosque Encena trazendo o espetáculo “100% Alegria”! A apresentação traz em seu enredo a preservação da magia do circo por meio de teatro de bonecos e reprises circenses, contando também com a interação da plateia, tornando o espetáculo ainda mais agradável.
 
E no período da tarde, às 16h30, o Som da Mata recebe em seu palco o show “Felacroix”, apresentado pelo mineiro Raphael Evangelista, que já tocou em mais de 17 países, e a francesa Natasha Lemaire, que juntos, fazem uma fusão entre música eletrônica com a potência do violoncelo.
 
Este show estreou em abril deste ano e desde então segue em turnê pela Europa e Brasil, com sua sonoridade vibrante e ambiental, passeando por sons industriais, house music e vertentes EDM, além de ambientes folclóricos africanos e brasileiros. O violoncelista Rafael já esteve no Som da Mata em julho de 2015 com o Duo Finlândia.
 
Os eventos são gratuitos e acontecem no Anfiteatro Pau-brasil. A entrada no Parque das Dunas custa R$1,00.