Advogada lança campanha para publicar livro sobre violência contra a mulher

06/05/2018

Por: Redação do PN
Foto: Redação do PN

Em bate-papo com o jornalista Cefas Carvalho, a advogada e assistente social Vani Fragosa comenta a respeito da violência contra a mulher e os esforços para lançar um livro abordando este tema, através de um site/plataforma de financiamento coletivo.

“Violência Doméstica e Familiar contra a Mulher” é o título da obra da também escritora, a qual revela que “a ideia de trabalhar a violência doméstica e familiar contra a mulher surgiu nos bancos da universidade, quando cursava minha segunda graduação, em Direito”.

Complementa que aborda “grupos reflexivos de homens do Ministério Público. Os homens, autores de violência doméstica e familiar, têm, por medida restritiva de direitos, que frequentar grupos de educação que tratam a perspectiva de não-reincidência”.

Vani avalia a Lei Maria da Penha como benéfica. “Foi um grande avanço. Só existiu a partir da luta das mulheres e da própria Maria da Penha. No livro, pego da década de 1970 para cá, trazendo a questão de Maria da Penha, que teve que denunciar o Brasil, internacionalmente, e, só no governo de Lula, em 2004, que se criou um grupo de trabalho para elaborar essa lei. A história dela foi fundamental”, coloca.

Acerca do machismo, afirma que “nossa sociedade é machista. Nossas instituições formadoras reforçam, cotidianamente, essa diferença dos gêneros. Só a lei não vai mudar”. “Se não desconstruirmos toda a cultura, nada vai mudar”, acrescenta.

Auto-definindo-se com bom humor ser “uma servidora pública com contas para pagar”, diz que sua obra está em um sítio para financiamento virtual, disponível em https://www.kickante.com.br/campanhas/violencia-domestica-familiar-contra-mulher/kickadores. Para colaborar a pessoa pode ajudar com qualquer valor e em alguns valores recebe o livro e bônus.