UFRN realiza colóquio com a astrônoma Thaisa Storchi Bergmann nesta terça

21/10/2019


Foto: UFRN
 
A astrônoma Thaisa Storchi Bergmann apresentará, no dia 22 de outubro, um colóquio especial no Instituto Internacional de Física (IIF-UFRN) sobre buracos negros supermassivos e o seu papel na evolução do nosso Universo. O evento, com início às 10h, será aberto para a comunidade científica local, bem como para participantes de fora da Universidade.
 
A professora Thaisa Storchi Bergmann é pesquisadora do Instituto de Física da Universidade Federal do Rio Grande do Sul, presidente da Comissão X1 da União Astronômica Internacional, editora de várias revistas científicas, assessora científica do Laboratório Nacional de Astrofísica e de agências internacionais e brasileiras de fomento à pesquisa, como CNPq, Capes e Fapesp, além de atuar no desenvolvimento de pesquisas em diferentes observatórios espalhados pelo mundo.
 
Seu trabalho em astrofísica extragaláctica, em particular no estudo dos processos de alimentação e “feedback” de Buracos Negros Supermassivos (BNS), é referência para cientistas de todo o mundo. Em 2015, ela foi escolhida pela Unesco e pela Fundação L’Oréal para representar a América Latina no prêmio For Women in Science, que oferece uma bolsa de US$ 100 mil a cinco cientistas do sexo feminino, uma de cada continente, que se destacam por suas contribuições para o progresso científico.
 
Por sua atuação em favor da ciência brasileira e internacional, a astrônoma gaúcha foi reconhecida como membro da Academia Brasileira de Ciência, da Academia Mundial de Ciências (TWAS, na sigla em inglês), da Sociedade Astronômica Brasileira (SAB) e da União Astronômica Internacional (IAU, na sigla em inglês).
 
Na apresentação no IIF-UFRN, a professora Bergmann falará sobre os resultados recentemente alcançados por estudos na área da espectroscopia integral de campos – que estuda a composição de corpos celestes por meio de telescópios de última geração, inclusive em 3D – obtidos pelo grupo de pesquisa liderado pela cientista.
 
Por se tratar de um evento científico internacional, a apresentação será realizada em inglês e transmitida ao vivo pela página do Instituto no Facebook (www.facebook.com/iipufrn).

Fonte: IFF - UFRN