Governo e Prefeitura de Natal alinham medidas para conter o COVID-19 no RN

29/03/2020


 
 
A governadora Fátima Bezerra, o vice-governador Antenor Roberto e o secretário de Estado de Saúde Pública Cipriano Maia estiveram reunidos nesta sexta-feira (27), com o prefeito de Natal, Álvaro Dias, para dar continuidade às estratégias conjuntas de prevenção e enfrentamento ao coronavírus (COVID-19). Foram destacadas as ações que reforçam a importância de manter o isolamento social e a  cobrança junto ao Governo Federal por mais recursos para a ampliação dos serviços de atenção à saúde no Estado.
 
Governadora e prefeito discutiram sobre a necessidade de reforçar junto ao Governo Federal mais recursos para a Saúde do estado. Preparar o RN para a pandemia do COVID-19, requer a estruturação de espaços, aumento de leitos, equipamentos, contratação de profissionais e a manutenção de todo o sistema de saúde durante o período da pandemia.
 
"Nesse momento não podemos deixar de destacar a importância de cobrar ao Governo Federal o envio de recursos para a ampliação do serviço, criação de leitos, equipamentos e toda a estrutura necessária para combater e enfrentar a curva mais elevada da doença que está para chegar muito em breve e precisamos estar preparados", enfatizou Fátima.
 
Na ocasião, o prefeito de Natal anunciou a criação do Comitê Municipal de Enfrentamento ao COVID-19 e uma reunião entre os Comitês Municipal e Estadual será realizada nesta segunda-feira (30) para dar prosseguimento às ações conjuntas e pensar estratégias no combate ao avanço da doença na capital potiguar. "A reunião foi muito proveitosa à medida em que podemos trabalhar em conjunto. Discutimos e alinhamos ações conjuntas para enfrentar a pandemia", disse o prefeito.
 
Além das medidas de prevenção que já vêm sendo realizadas, o Governo do RN e as prefeituras irão reforçar ações também nos campos social e econômico.
 
 
RENDA BÁSICA EMERGENCIAL
 
 
Aprovado na última quinta-feira, 26,na Câmara dos Deputados, com unanimidade, o projeto de renda básica emergencial, é destinado para ajudar famílias com baixa renda durante pandemia do novo Coronavírus. Será umauxílio de R$600 por adulto de baixa renda durante três meses, podendo ser prorrogado por mais seis meses.
 
A governadora descreveu a aprovação do projeto como "uma importante vitória do povo brasileiro" e reforçou a necessidade de dar celeridade ao processo de aprovação no Senado Federal. "A Renda Básica protege a sobrevivência de vocês nesses tempos de pandemia que estamos vivendo", disse.
 
O plano inicial apresentado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, era um auxílio no valor de R$ 200, considerado insuficiente.  O benefício está direcionado para trabalhadores informais, autônomos, desempregados e MEI (microempreendedor individual). Cada família pode acumular até dois benefícios, somando R$1.200. Mães solos também terão direito ao valor máximo.
 
A governadora destacou ainda a importância das medidas anunciadas hoje pelo presidente da República, que concedem crédito a longo prazo, às pequenas e médias empresas, para o pagamento dos salários, garantindo os empregos de milhões de trabalhadores.