Pesquisa da UFRN monitora grupos de risco para Covid-19 na cidade de Natal

14/05/2020


Foto: Ascom - CCHLA
 
 
Cerca de 5.100 participantes da Pesquisa Participativa para o Mapeamento da Covid-19, desenvolvida pelo grupo Georisco da UFRN, no município de Natal, apresentaram um destaque tanto em termos quantitativos quanto qualitativos. 
 
São indivíduos do grupo de risco, de acordo com o Ministério da Saúde: idosos (acima de 60 anos), diabéticos, hipertensos, portadores de insuficiência cardíaca, renal ou doenças respiratórias crônicas e profissionais da saúde. Foram quase 4.000 participantes (3.976 precisamente) que declararam algum tipo de comorbidade. 
 
“Tanto os bairros da Zona Leste quanto da Zona Norte apresentam muitas pessoas em grupo de risco para infecção pelo coronavírus. Os bairros de Lagoa Nova, Candelária e Capim Macio foram os destaques (principalmente porque houve mais participação desses bairros na pesquisa).
 
Na Zona Norte, os bairros do Potengi e de Pajuçara são os principais, o que agrava a condição de epicentros da pandemia em Natal”, analisou o coordenador da pesquisa, professor Lutiane Almeida. 

Fonte: Ascom - CCHLA