Bolsonaro tem rejeição recorde: 43%; base segue em 33%, diz Datafolha

28/05/2020


 
A rejeição ao presidente Jair Bolsonaro cresceu no último mês. Atualmente, segundo pesquisa do Datafolha, 43% dos brasileiros consideram o governo ruim ou péssimo. No dia 27 de abril, a taxa era de 38%. 
 
A aprovação de Bolsonaro segue no mesmo patamar registrado há um mês: 33%. Já os que avaliam o governo como “regular” caíram de 26% para 22%.
 
Com isso, o que se percebe é uma polarização maior entre os dois extremos, com maior concentração no pólo de rejeição ao presidente. 
 
De acordo com os dados do Datafolha, essa polarização fica mais evidente nos brasileiros mais ricos, com renda superior a 10 salários mínimos. Esse é o grupo em que Bolsonaro enfrenta a maior rejeição (49%), mas ainda assim mantém taxa de aprovação acima da média (42%). Nesse estrato, apenas 8% avalia a gestão do presidente como “regular”. 
 
A pesquisa Datafolha também mede a reação da população ao vídeo da reunião ministerial do dia 22 de abril, divulgada por ordem do ministro Celso de Mello. Segundo o instituto, 37% dos eleitores acham que Bolsonaro nunca se comporta de forma adequada. Em abril essa taxa era de 28%.
 
 
Acham que Bolsonaro nunca se comporta de forma adequada ao cargo 37% dos entrevistados, ante 28% há um mês.