SILVES, Armação de Pêra!

01/08/2020

Por: LILIANA BORGES
 
 
Silves é um Concelho do Distrito de Faro, situado na Região do Algarve ao sul de Portugal com 6.300 habitantes, aproximadamente, cerca de 253 Km de Lisboa. O povoamento na região data desde o paleolítico e, ao longo de sua história foi dominada por vários povos, dentre eles, os árabes do Mediterrâneo Oriental, posteriormente, foi marcada pelas invasões francesas com a fuga da corte portuguesa para o Brasil, e mais adiante foi praticamente destruído pelo terremoto de 1755.
 
A primeira conquista pelos cristãos foi em 1189, porém como em toda a Península Ibérica foram muitos avanços e recuos, reconquistado definitivamente pelos portugueses apenas no reinado de D. Afonso III, em meados do séc. XIII. Nos dias atuais o Concelho é o mais importante centro produtor nacional de Laranja e, o Turismo é uma forte atividade econômica em toda região.
 
Os povos que dominaram este território deixaram muitas riquezas, cabe destacar seu magnífico castelo que é uma das mais notáveis obras de arquitetura militar construído pelos árabes, edificado durante o domínio Almóada. A fortaleza é revestida por arenito vermelho que ressalta a sua imponência, mas praticamente foi destruído pelos abalos sísmicos, como também, por um incendio que o devastou. Restaurado na década de 40, séc. XX, e atualmente por intervenção de planos de fomento.
 
Na área exterior próxima a porta principal, encontra-se uma belíssima estátua, em bronze, de D. Sancho I, escultura de Leopoldo de Almeida oferecida a Silves em 1966. O monarca foi primeiro conquistador da região e segundo rei de Portugal, filho de D. Afonso I, primeiro rei, com D. Mafalda. Aproveitou as tréguas das batalhas para povoar e reorganizar os territórios, doou terras aos nobres e criou concelhos, denominado “o Povoador”. 
 
Ao pé do Castelo como falam os portugueses, temos o prazer de depararmos com um Café Inglês, situado no centro histórico, entre a fortaleza e a bela catedral gótica, inserido em um edifício de inspiração oriental que nos reporta ao final do séc. XIX. Agradável lugar que nos convida para uma paradinha, poderemos saborear um cappuccino acompanhado de uma preciosa “Banoffee”, torta de banana a base de leite condensado e raspas de chocolate. Deliciosaaaaa!  
 
 Ainda, se tiver tempo disponível, cabe desfrutar de saborosas refeições ou, apenas, de uma agradável bebida com opção de escolher um de seus ambientes: café concerto com várias vertentes musicais: jazz, latin jazz, afro latim, jam sessions, entre outras; restaurante, pizzaria, suas esplanadas e mais, o espaço árabe. “Onde o prazer da comida está aliado ao entretenimento e à cultura Portuguesa”.
 
É importante destacar a lindíssima Catedral gótica, iniciada sua construção em 1.268 após a conquista definitiva da região. A arte gótica surgiu a partir do séc. XII, as igrejas tornaram-se construções esguias e elevadas, as paredes passaram a ser menos espessas, com janelões e rosáceas preenchidos com vitrais coloridos para permitir entrar a luz.
 
A entrada na igreja é feita por um portal em estilo rococó, construído em finais do séc. XVIII, chamado de Porta do Sol. A Sé foi dedicada a Santa Maria e, posteriormente, a Nossa Senhora da Conceição. Como na maioria dos edifícios de Silves, foram edificados com arenito vermelho, chamado o Grés de Silves, tonalidade característica predominante desta região.
 
Enfim, a Armação de Pêra é uma pitoresca freguesia balnear, situado neste Concelho, distante de Lisboa a 268 Km, com uma população, aproximadamente, de 4.867 habitantes. Muito referendada no verão europeu, possuindo bons apartamentos e casas para alugar por temporada, como também, uma boa rede hoteleira. Ademais é uma linda vila que tem estrutura de uma organizada cidade grande que nada lembra um pequenino lugarejo.
 
 Está localizada no alto de uma falésia e, ao longo um extenso calçadão, onde as pessoas circulam aproveitando cada minuto da sua preciosa noite nos bares, cafeterias, restaurantes, sorveterias. O lugar é um misto de agitação e tranquilidade: burburinhos, paqueras, baladas, ou simplesmente, para admirar a natureza, sentir a brisa do mar, sua energia…
 
Dias mais longos no verão, onde o sol nasce por volta das 6h30min e se põe próximo às 21h, iluminando com seus raios a linda praia, prateando suas águas, nosso Atlântico, dourando suas areias e encostas. Local convidativo para praticar esportes, caminhar no seu areal, fazer um passeio de barco, visitar suas grutas, ou apenas, ficar ao sol.     
Vale incluir nos seus roteiros de viagens!
 
Enchem nossos olhos…
 
Apaixonante…….