Sandro Pimentel: "Quem acha que vai me calar, não vai conseguir"

23/10/2020

Por: CEFAS CARVALHO
 
O deputado estadual Sandro Pimentel (PSOL) que teve o mandato cassado pelo TRE por alegadas irregularidades na prestação de contas mas que continua deputado já que não recebeu notificação, concedeu entrevista ao programa Jornal Potiguar Notícias.
 
Sandro falou sobre a legislação eleitoral, CPI da Arena das Dunas e sobre o que fará uma vez perdido o mandato.
 
“Quem acha que vai me calar não vai conseguir. Campanhas notadamente corruptas recebem o aval da legalidade,e  nossa modesta campanha foi punida com os rigores  não alcançam os filhos do poder", disse.
 
"Vou continuar defendendo servidores públicos, justiça social, trabalhadores. Venho construindo mandatos de origem popular e sei o quanto isso incomoda os interesses das elites de sempre, as mesmas que deixaram o Rio Grande do Norte nesse estado de falência”, disse.
 
SOBRE O CASO
 
De acordo com a legislação eleitoral, o candidato pode fazer vários depósitos para a conta de campanha desde que não exceda o valor de R$ 1.065 por vez.  Ao todo, os depósitos feitos por Pimentel chegaram a um total de R$ 30 mil. O Ministério Público Eleitoral questionou a origem dos recursos e apesar do deputado apresentar documentos e o sigilo bancário para comprovar o lastro financeiro, o Tribunal Superior Eleitoral decidiu manter a cassação do mandato de Sandro.
 
Para assistir a entrevista na íntegra, abaixo: