Hermano Morais destaca ingresso de novos soldados da Polícia Militar do RN

24/11/2020


 
Durante a sessão ordinária desta terça-feira (24), o deputado Hermano Morais (PSB) destacou o ingresso dos mais de mil novos soldados da Polícia Militar do RN, no último sábado (21). Ele também agradeceu o apoio recebido da Assembleia Legislativa em virtude do falecimento do seu tio e ex-deputado, Francisco Miranda.
 
“Inicialmente eu trago aqui um agradecimento, em nome da família do meu tio afim, ex-deputado Francisco Miranda, já que esta Casa prestou sua homenagem através de um voto de pesar coletivo e do envio da coroa de flores no sepultamento. Então, em nome de toda a família, quero mais uma vez agradecer pela atenção e gentileza deste Legislativo”, disse. 
 
Em seguida, Hermano enalteceu o ingresso de 1.022 novos soldados na Polícia Militar do RN.
 
“A instituição tem um déficit de pessoal muito superior a essa quantidade, mas, de toda forma, nós temos que reconhecer esse avanço. O grupo, que concluiu o curso de formação no início de novembro, será a primeira turma, em 15 anos, que vai se somar ao policiamento ostensivo do Estado. Temos aqui um ex-comandante, o deputado Coronel Azevedo, que já teve a responsabilidade de comandar o efetivo nessa situação de déficit, e ele sabe que isso tem exigido um esforço redobrado dos nossos policiais”, alertou.
 
Segundo o parlamentar, o Poder Executivo vem tomando iniciativas para minimizar essa deficiência, valendo-se das diárias operacionais para atender as necessidades da população.
 
“Até então a PM contava com 7,3 mil agentes ativos, dentre os quais 200 eram mulheres; depois desse ingresso, serão 8,3 mil agentes, sendo 265 mulheres. Então agora é desejar que eles prestem um bom serviço e que novos agentes possam ser nomeados, através da iniciativa da governadora Fátima Bezerra”, destacou.
 
Hermano Morais falou também a respeito das divergências sobre a admissão de alguns aprovados, que, de acordo com ele, tem sido objeto de apreciação da Secretaria de Administração, da Procuradoria Geral do Estado e do Ministério Público. 
 
“O importante é que não se pratique nenhuma injustiça aos que foram aprovados nesse concurso. Inclusive, nós marcamos uma audiência pública com o secretário de Segurança Pública do Estado, coronel Araújo, para levar situações de jovens aprovados e que por alguma razão técnica não foram devidamente aceitos na instituição”, detalhou Hermano.
 
Finalizando seu discurso, o deputado lembrou o Dia Nacional de Combate ao Câncer Infanto-Juvenil, celebrado no dia 23 de novembro.
 
“Por último, eu quero fazer alusão à data de ontem, Dia Nacional de Combate ao Câncer Infanto-Juvenil - 23 de novembro - que já consta no calendário do Rio Grande do Norte e da capital. Então, em nome da casa Durval Paiva, quero homenagear todas as instituições que vêm trabalhando nesse sentido, auxiliando e muitas vezes substituindo o próprio Poder Público. É um trabalho muito meritório e feito por profissionais sérios, como os do Grupo de Apoio à Criança com Câncer, Hospital Varela Santiago, Casa Durval Paiva, dentre outros”, concluiu.