"O sindicato não existe sem o trabalhador", afirma diretor do SINDIPETRO/RN

19/01/2021

Por: Redação PN

 

 

         Nesta terça-feira (19), no jornal Potiguar Notícias - Primeira Edição, a jornalista Heloísa Macedo entrevistou o diretor do SINDIPETRO (Sindicato dos Petroleiros do RN) Marcos Brasil, que falou sobre os desafios da instituição para o ano de 2021, além da atuação da Petrobrás no estado.

         O SINDIPETRO é uma entidade sem fins lucrativos, criada em 1984 para organizar e discutir os interesses dos trabalhadores dos setores de gás, energia e petróleo do estado do Rio Grande do Norte. A partir do princípio de igualdade de direitos, o sindicato idealiza a implementação de uma sociedade regida pelo socialismo.

         Segundo o diretor, a Petrobrás ainda tem uma atuação destacada no estado: "a empresa continua operando no Rio Grande do Norte, principalmente na área norte de Mossoró, Guamaré e Alto do Rodrigues. A Petrobras já vendeu alguns campos, sobretudo nos municípios de Apodi e Macau, mas ela permanece forte no estado". 

         Em relação aos obstáculos que a entidade vai enfrentar no ano de 2021, o sindicalista ressalta: "nós temos dois grandes desafios pela frente: primeiro é manter a resistência, sobretudo por acompanharmos o desmonte que a Petrobras, que é uma empresa estratégica para o Brasil,  vem sofrendo nos últimos anos. O governo federal vende a ideia de que vender (privatizar) as refinarias é positivo para o país, mas sabemos que essa medida será extremamente prejudicial, principalmente no que concerne ao aumento do preço da gasolina. O segundo desafio, ainda no campo da resiliência, é defender os interesses dos trabalhadores contra os desmandos e abuso de poder das empresas, até porque o sindicato não existe sem o trabalhador", finaliza.