Rio Grande do Norte tem o maior número em denúncias de fura-filas na vacinação

11/02/2021

Por: Jessyanne Bezerra
Foto: Vanessa Fernandes

 

Levantamento feito pelo Jornal Extra juntamente ao Ministério Público de cada estado, mostrou que das 2.982 denúncias realizadas sobre furada de filas na vacinação contra o covid-19, 640 foram apenas do estado do Rio Grande do Norte.

O estado potiguar é o que acumula o maior número de denúncias. Nos primeiros dias de vacinação, vários relatos de profissionais da saúde vieram a público em forma de questionamento após pessoas que não pertencem a grupo de risco, área da saúde e nem que são idosas, estarem se vacinando. Além disso, ainda ocorreram casos em que essas próprias pessoas publicaram em suas redes socias o momento da vacinação.

A partir de então, o Ministério Público iniciou uma fiscalização nos pontos de vacinação da capital potiguar e no interior do estado para evitar a possível fraude.

Projeto de Lei prevê até 4 anos de prisão para quem furar fila da vacina contra Covid-19

O Projeto de Lei 40/21 estabelece pena de 2 a 4 anos de detenção e multa para quem desrespeitar a ordem de vacinação definida pelo poder público durante pandemias. No caso de agente público, essa pena aumenta de um a dois terços.

Segundo o texto, o crime consiste em valer-se de meios fraudulentos para antecipar a própria imunização ou a de terceiros. A proposta tramita na Câmara dos Deputados.