"A saúde do nosso estado está colapsando", afirma diretor da UPA de Parnamirim

23/02/2021

Por: Redação PN

 

 

         Nesta terça-feira, no jornal Potiguar Notícias - Primeira Edição, a jornalista Heloísa Macedo entrevistou Henrique Costa, diretor da UPA (Unidade de Pronto Atendimento de Parnamirim), que falou sobre a situação dessa unidade de saúde durante a vigência da pandemia do novo coronavírus.

         Segundo o médico, 60% das pessoas que procuram o atendimento da UPA é no sentido de uma atenção básica, e isso está em conformidade, muitas vezes, com a superlotação dessas unidades. Para o diretor, ainda, a UPA hoje está prestes a entrar em colapso, sobretudo pelo fato de atender pacientes que não necessariamente precisem de um cuidado urgente ou emergencial.

         Em relação à situação da UPA de Parnamirim neste período de pandemia, o médico salienta: "a situação é, sem dúvida, muito complicada, tendo em vista que os 28 leitos da unidade estão lotados e sem nenhum ponto de oxigênio. Inclusive, os pacientes que estão regularizados para serem transferidos não encontram vaga na grande Natal, o que torna a situação ainda mais calamitosa".

         No que se refere ao hospital de campanha em Parnamirim, o médico ressalta: "o momento também é difícil, uma vez que os dez leitos de UTI estão com a capacidade total. Sendo assim, ou as pessoas se conscientizam que a doença existe, ou teremos uma tragédia ainda maior. Na verdade, a tendência do quadro, levando em consideração o fato de que boa parte das pessoas não cumpre as medidas sanitárias, é se agravar ainda mais, e isso está colapsando a saúde em âmbito estadual e nacional", finaliza.

 

Para assistir à entrevista, acesse o link:https://youtu.be/2GCIwnAqgPg