Campanha “Vacina é Vida” invade redes sociais a partir desta quinta

25/02/2021


Foto: João Gilberto
 
No dia em que se completa um ano do registro do primeiro caso da Covid-19 no Brasil, a Frente Parlamentar em Defesa e Valorização dos Direitos da Pessoa Idosa da Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte lançou a campanha “Vacina é vida”, com o objetivo de mobilizar digitalmente os potiguares para incentivar a imunização da população idosa, mais propensa ao desenvolvimento grave do coronavírus. O evento, realizado na manhã desta quinta-feira (25), ocorreu de forma híbrida e está sendo realizado em parceria com a Pastoral dos idosos da Arquidiocese de Natal e com os Conselhos Municipais em Defesa das Pessoas Idosas do RN.
 
“Essa Frente Parlamentar tem encaminhado ações importantes na defesa dos direitos da pessoa idosa. Desde o ano passado, com o surgimento da pandemia, focamos o trabalho na situação dos idosos e nas políticas públicas direcionadas para essa população. Agora entramos na luta para que 100% dos idosos do RN possam ser vacinados e estejam imunes ao novo coronavírus”, disse o deputado Ubaldo Fernandes (PL), presidente da Frente Parlamentar.
 
Membro da Frente Parlamentar, o deputado Hermano Morais (PSB), participou de forma virtual e destacou a importância da campanha para conscientização da população idosa e de seus familiares sobre a vacina. “Essa vacinação acontece não só no Estado, mas no Brasil, e é importante desmistificar a questão da vacina porque não há caminho mais seguro para essa doença que não seja a vacina”, destacou.
 
Presente ao evento, o presidente do Conselho Municipal dos Idosos, André Arruda, destacou a importância da informação correta chegar aos idosos e aos familiares e repudiou as fake news divulgadas contra as vacinas.
 
“A vacinação é uma estratégia eficiente contra doenças. A propagação de Fake News contra a vacina precisa ser combatida. A única forma de prevenção hoje é a vacinação e permitir que a população idosa tenha acesso a essa vacina é permitir que a vida seja continuada”, chamou a atenção.
De forma virtual, o vice-governador Antenor Roberto criticou a lentidão no ritmo da vacinação proporcionada pelo Governo Federal. “Estamos na contramão do mundo e a lentidão na chegada das vacinas tem prejudicado a imunização dos idosos e da população em geral. O Governo do Estado não tem medido esforços para fazer chegar essas vacinas nas cidades e, consequentemente, aos idosos”, frisou.
 
A Coordenadora da Frente Nacional de Fortalecimento às instituições de longa permanência para idosos e vice-presidente do Centro Internacional de Longevidade do Brasil, Carla Giacominni, ressaltou a importância da campanha para a população idosa do RN.
“Essa é uma iniciativa que precisa ser copiada em todo o Brasil, que infelizmente vive um momento de negacionismo e isso representa perder vidas, principalmente da pessoa idosa. É preciso deixar muito claro que a vacina é a única solução para a continuidade da vida, principalmente da pessoa idosa”, destacou.
 
Para a representante das Pastorais do Idoso da Arquidiocese de Natal, Zeneide Fernandes, é preciso a adoção de políticas públicas voltadas aos idosos do Estado. “Um momento oportuno que vivemos para conversarmos sobre os direitos da pessoa idosa. A pandemia trouxe à tona a importância dessa população e a necessidade de políticas públicas que permitam o respeito aos direitos e valorização da pessoa idosa”, ressaltou.
 
Para o presidente da Comissão dos Direitos da Pessoa Idosa da OAB/RN, Davi Sales, a campanha vem conscientizar a população idosa da necessidade da vacinação para a continuidade da vida. “Quero parabenizar a iniciativa e engrandecer a importância de uma campanha como essa. Entender o respeito às prioridades e aos direitos do idoso. A sociedade civil pode contribuir com isso”, frisou.
 
A ex-presidente do Conselho Nacional dos Direitos da Pessoa Idosa, Lúcia Secotti, trouxe como pauta a necessidade de agilizar a vacinação como forma de preservação da vida. “Importante ressaltar que enquanto o mundo está vendo a diminuição dos casos, o Brasil está vivendo um novo pico. Quanto mais a vacina demorar a chegar, mais vidas serão ceifadas. Daí a importância dessa campanha para que os direitos da pessoa idosa sejam respeitados”.
 
Um dos momentos mais emocionantes do evento foi a participação de Teresinha Peixoto, membro do Conselho Municipal da Associação do Ministério Público do RN (Ampern), que aos 82 anos falou com propriedade sobre a importância da vacina para os idosos.
 
“Estou eu aqui de cabelos curtinhos e brancos para dizer que a vacina que nós precisamos ter é vida, é esperança, é proteção. Porque infelizmente muitos estão perdendo a vida por descumprimento dos direitos. Peço a todos que se atentem um pouco aos idosos. Vacina é vida, é esperança, vacina é uma promessa e um direito que precisa ser respeitado”, resumiu.
 
Finalizando o evento o deputado Ubaldo Fernandes informou que a campanha seguirá por todo o Estado. “A campanha seguirá pelo Estado, porque vacina é vida e esperança. Essa é a forma da nossa Casa contribuir de forma direta na luta pela vacinação de 100% dos idosos do Rio Grande do Norte”, finalizou.