Brasil tem 1.986 mortes por covid-19 em 24 horas

14/03/2021


 
 
O Brasil registrou oficialmente 1.986 mortes ligadas à covid-19 no sábado (13), omais recente registro oficial, segundo dados do Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass). Com isso, o total de mortes associadas à doença no país chega a 277.091.
 
O país vive um momento de aceleração do coronavírus, com registro de colapso da rede de saúde pública em alguns estados. Ainda neste sábado, foram identificados 75.555 novos casos da doença, elevando o total oficial para 11.438.935.
 
Diversas autoridades e instituições de saúde alertam, contudo, que os números reais devem ser ainda maiores, em razão da falta de testagem em larga escala e da subnotificação.
 
Os números do sábado ainda não incluem os dados do Acre, devido a problemas no acesso à base de dados do estado, informou o Conass.
 
Segundo um consórcio da imprensa brasileira, formado por O Globo, Extra, G1, Folha de S. Paulo, UOL e O Estado de S. Paulo, até este sábado 9.539.078 pessoas haviam recebido ao menos a primeira dose da vacina contra a covid-19, cerca de 5,9% da população.
 
A taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes subiu para 131,9 no Brasil, a 20ª mais alta do mundo, quando desconsiderados os países nanicos San Marino, Liechtenstein e Andorra.
 
Em números absolutos, o Brasil é o segundo país do mundo com mais infecções, atrás apenas dos Estados Unidos, que somam mais de 29 milhões de casos, e o segundo em número absoluto de mortos, já que mais de 533 mil pessoas morreram nos EUA.
 
Ao todo, mais de 119,3 milhões de pessoas já contraíram oficialmente o coronavírus no mundo, e 2,6 milhões de pacientes morreram.