Casa Durval Paiva explica sobre sinais e sintomas do Osteossarcoma

16/03/2021


 
O osteossarcoma é um tumor maligno, identificado, principalmente, em adolescentes e adultos jovens. Ele é agressivo e de crescimento rápido, se não for tratado no início, tende a metastatizar. Sua principal incidência se dá em ossos longos, sendo o mais comum no fêmur, que corresponde a 80% dos casos, e a tíbia, especialmente na região do joelho, mas acomete, também, ossos da face, esqueleto axial e pelve.
 
Seus sintomas variam, mas, geralmente, o primeiro sintoma é dor nos ossos ou articulações, com a presença de nódulo, inchaço ou sensibilidade perto de uma articulação. A área também pode ficar quente e avermelhada, fazendo com que o indivíduo passe a andar mancando. Além disso, a região fica suscetível a fraturas, após acidentes banais ou atividades normais. Como o paciente, geralmente, é adolescente, é muito comum que ela seja confundida com “dor de crescimento”, o que retarda seu diagnóstico. Por isso, nesses casos, o ideal é que seja feito um raio-x, que pode confirmar ou descartar a suspeita de tumor ósseo.
 
Integrando as atividades da Campanha do Diagnóstico Precoce 2021, a Casa Durval Paiva está realizando um trabalho intensivo de divulgação de sinais e sintomas dos cânceres que mais acometem crianças e adolescentes. Entre elas, lives, distribuição de cartilhas de orientação, reuniões online, junto à equipe pedagógica das escolas, e divulgação nas redes da instituição.
 
É imprescindível estar atento aos sinais e sintomas, em caso de suspeita, procure um médico. As chances de cura do câncer infantojuvenil são de até 80%, se for diagnosticado precocemente.