"A suspeição de Moro resgata a credibilidade da justiça no Brasil", diz advogado

25/03/2021

Por: Redação PN

 

 

         Nesta quinta-feira, no jornal Potiguar Notícias - Primeira Edição, a jornalista Heloisa Macedo entrevistou o advogado Luis Gomes, que falou sobre a decisão da segunda turma do Supremo Tribunal Federal pela suspeição do ex-ministro Sérgio Moro no caso da condenação do ex-presidente Lula, além das atividades que podem ou não ser consideradas essenciais à sociedade neste momento de pandemia.

         Segundo o advogado, a decisão do STF pela suspeição de Moro no caso do julgamento de Lula ratificou as ilegalidades do processo que levou o ex-presidente à cadeia por 580 dias. Para ele, portanto, a conduta do ex-juiz foi dissecada adequadamente pelo ministro Gilmar Mendes e pela segunda turma do Supremo, o que resgata a concepção de imparcialidade da justiça brasileira e o respeito à Consituição.

         Em relação à postura dos ministros nesse processo envolvendo a lava-jata, Luis Gomes ressalta: "o comportamento dos juízes é variável, o que significa dizer que alguns podem ser amenos e outros rígidos. Nesse sentido, falar de uma maneira mais incisiva, como por vezes acontece, não atesta necessariamente uma 'guerra' entre os ministros, mas uma defesa firme ou um confronto natural no campo das ideias. Esse caso da lava-jato e do ex-ministro suscitou muitas dissonâncias, mas todas elas levaram a um resultado correto".

         No que se refere aos serviços essenciais à sociedade, o advogado analisa: "o significado do termo 'essesncial' é o que é indispensável para a vida das pessoas. As farmácias. por exemplo, são fundamentais, na medida em que garantem o fornecimento de medicamentos à população. No entanto, academias ou escolas não devem ser encaradas como atividades essenciais, uma vez que, tanto a educação como os exercícios físicos, podem perfeitamente ser contemplados em casa, o que evitaria a natural aglomeração que esses ambientes proporcionam", finaliza.



Para assistir à entrevista, acesse o link: https://youtu.be/q9vzCBNjWxo