ABOCA e ORI Audiovisual lançam documentário ´Mestre Severino do Coco`

07/04/2021


Foto: Rodrigo Sena
 
Nesta semana as produtoras ABOCA e ORI Audiovisual lançaram o filme documentário “Mestre Severino do Coco”, com direção de Rodrigo Sena, que trata sobre a vida e obra do Mestre Severino, brincante, um dos maiores artistas da cultura popular potiguar ainda vivo, que mantém suas atividades através do grupo que leva seu nome, “Coco de Roda Mestre Severino”.
 
Mestre da vida, Severino Bernardo Santiago tem um sorriso farto e uma forma simples de reinventar o mundo. Para Mestre Severino o quintal de sua casa sempre foi o lugar de invencionices. A intimidade que o Mestre possui com o coco e o tambor vem de suas ancestralidades.
 
Com nome de batismo Severino Bernardo Santiago, o Mestre Severino nasceu em Vera Cruz/RN, no dia 02 de junho de 1936, viveu em vários municípios potiguares e depois foi morar na Vila de Ponta Negra, em Natal/RN. Atualmente, aos 83 anos de idade, o mestre mora no distrito de Alcaçuz, município de Nísia Floresta/RN. Quando criança, acompanhava seu pai, Luiz Bernardo Santiago, nas brincadeiras de Zambê, Chegança, Bambelô e Boi de Reis, vivia no meio rural e por meio da aproximação desse universo de manifestações populares, aprendeu e dedicou seu trabalho ao Coco*. Aprendeu com o pai a cantar, produzir os instrumentos e tocá-los, como o pau furado, a dança e a estrutura rítmica e melódica dos versos, caracterizados como cocos de memória, passados pela tradição oral. A temática das composições remete ao cotidiano do Mestre Severino: o sertão, o litoral, o trabalho, o amor, a saudade e a natureza. A dinâmica acontece por meio de cantos de perguntas e respostas, o mestre canta estrofes que são respondidas pelo coro.
 
"Esse filme em formato de curta é uma homenagem que fazemos ao Mestre Severino e que ficará disponível na internet, como uma memória para futuras gerações. Nos sentimos muito felizes de poder concretizar essa homenagem para o Mestre, em vida. Lembro que ele sempre disse: Se for fazer algo por mim, que faça em vida", diz Rodrigo Sena - diretor, roteirista e diretor de fotografia do filme. 
 
O curta-metragem é o ponto de partida para um projeto maior de um telefilme sobre o Mestre Severino, e outros Mestres e Mestras da cultura popular, que pretende ser distribuído para canais de televisão. O telefilme de 52 minutos, com direção de Rodrigo Sena, amplia o olhar para Mestres brincantes do Nordeste. O cineasta pesquisa sobre a temática de 2006 a 2015. Este filme atualmente em edição, está em busca de parceria para as etapas de finalização e distribuição.  
 
"Quando estávamos catalogando e mapeando todo o material audiovisual para o projeto, é que tivemos a noção real da riqueza histórica e de memória que temos em mãos, e que apenas um curta-metragem não conseguiria dar conta. Por isso, o projeto do telefilme para a TV é tão significativo e importante para nós". Compartilha Arlindo Bezerra, produtor executivo do projeto. 
 
O curta-metragem “Mestre Severino do Coco”,  tem patrocínio da Lei Aldir Blanc, Prefeitura do Natal e Governo Federal. E está disponível no link: https://youtu.be/U_iiYKk24cE