Em novo recorde, Brasil registra 4.249 mortes por covid-19 em 24 horas

09/04/2021


 
O Brasil registrou oficialmente 4.249 mortes ligadas à covid-19 nas últimas 24 horas, segundo dados divulgados pelo Conselho Nacional de Secretários da Saúde (Conass) nesta quinta-feira (08/). É o maior número de novas mortas em um dia desde o início da pandemia e supera o recorde anterior, de terça.
 
Também foram confirmados 86.652 novos casos da doença. Com isso, o total de infecções no país chega a 13.279.857, e os óbitos somam 345.025.
 
Diversas autoridades e instituições de saúde alertam, contudo, que os números reais devem ser ainda maiores, em razão da falta de testagem em larga escala e da subnotificação.
 
O Conass não divulga número de recuperados. Segundo o Ministério da Saúde, 11.732.193 pacientes se recuperaram da doença.
 
Com os dados de óbitos registrados nesta quarta, a taxa de mortalidade por grupo de 100 mil habitantes subiu para 164,2 no Brasil, a 15ª maior do mundo, se excluído o país nanico San Marino.
 
O Brasil é no momento o líder global disparado de novas mortes diárias e responde por cerca de 27% dos novos óbitos por covid-19 no mundo, segundo dados do site Our World in Data, vinculado à Universidade de Oxford. O país tem cerca de 2,7% da população mundial.
 
Em números absolutos, o Brasil é o segundo país do mundo com mais infecções e mortes, atrás apenas dos Estados Unidos, que somam 30,9 milhões de casos e 559,1 mil óbitos, segundo contagem mantida pela universidade americana Johns Hopkins.
 
Ao todo, mais de 133,6 milhões de pessoas já contraíram o coronavírus em todo o mundo, segundo números oficiais, e 2,89 milhões de pacientes morreram em decorrência da doença.
 
bl (ots)