CRP/RN celebra inclusão do Dia Estadual do Psicólogo no calendário do Estado

20/04/2021


 
 
O Estado aprovou recentemente em seu calendário oficial, o dia 13 de fevereiro como Dia Estadual do Psicólogo, a data poderá ser comemorada a partir de 2022, e coincide com a criação do Conselho de Classe da categoria, que completará no ano que vem 15 anos de atuação. Para o Conselho Regional de Psicologia (CRP-17/RN), a data simbólica representa um gesto de reconhecimento da categoria.
 
“O ato simbólico é de grande valia. O psicólogo tem se destacado na linha de frente, lidando com o sofrimento psíquico de pessoas afetadas direta ou indiretamente pela pandemia”, afirma o conselheiro Rafael Ribeiro. Atualmente, o estado possui 4.254 psicólogos em exercício, a maioria composta por profissionais mulheres.
 
Segundo o Conselho, a Psicologia atua prestando serviços à população no âmbito público e privado, em diferentes áreas como nas Unidades do Sistema Único de Saúde (SUS), em clínicas particulares, hospitais, consultórios, serviços-escolas, no Sistema de Justiça, no Sistema de Trânsito, na Educação e na Assistência Social (CRAS/CREAS/Centros de Referência).
 
‘’Para nós, esse gesto representa a valorização da categoria que é tão importante no cuidado à saúde mental, atuando com um conjunto de técnicas psicológicas reconhecidas cientificamente para realizar intervenções que proporcionem qualidade de vida das pessoas e melhorias nas suas relações humanas e interpessoais”, afirma Rafael Ribeiro.
 
A criação da lei 10.858/2021, publicada no Diário Oficial do Estado, é de iniciativa do deputado estadual Ubaldo Fernandes. “Nosso mandato reconhece o valoroso papel que estes profissionais exercem na sociedade, ainda mais nos tempos atuais, de tantos transtornos mentais em consequência da pandemia", diz o parlamentar.
 
Impactos da pandemia
 
A Organização Mundial da Saúde tem externado preocupação quanto aos impactos da pandemia sobre a saúde mental da população com aumento de pessoas apresentando transtornos como estresse pós-traumático, ansiedade e depressão, e fazendo o uso abusivo de álcool e outras drogas.
 
Para o CRP-RN, os impactos psicológicos da pandemia na população brasileira serão de longo prazo, especialmente para familiares das mais de 300 mil vítimas da COVID-19, exigindo dos governos, das organizações e da sociedade civil, uma atenção muito cuidadosa para o tema da saúde mental.
 
Segundo Rafael, que além de conselheiro, atua na Secretaria Municipal de Assistência Social (SEMTAS/Natal), a atuação de psicólogas no Sistema de Assistência Social (SUAS), especialmente durante a pandemia, tem contribuído para o acolhimento da população mais vulnerável, que buscou a inserção em programas sociais para garantir renda através do Cadastro Único, Bolsa Família e o auxílio emergencial.
 
“Estamos vivendo uma situação que chamamos de desastre biológico devido às inúmeras perdas humanas, materiais, econômicas e mudanças culturais forçadas. A pandemia atravessou a vida de todo mundo e gerou em nós, profissionais da saúde mental, muitas adaptações e uma maior demanda do sofrimento psíquico advindo deste fenômeno, trazendo situações de luto, fome e violações dos direitos causados pela falta de governança”, ressalta Rafael.
 
SOBRE O CRP-RN
 
Criado em 2007, o Conselho Regional de Psicologia da 17ª Região (CRP-17/RN), é a entidade representativa da Psicologia e do exercício da profissão de psicólogo com sede em Natal e jurisdição no Estado do Rio Grande do Norte. Trata-se de uma autarquia federal integrante do Sistema Conselhos de Psicologia (composto por 24 Conselhos Regionais + Conselho Federal de Psicologia (CFP). O Conselho Federal é dotado de personalidade jurídica de direito público, com autonomia político-administrativa e financeira e instituída pela Lei Nº. 5.766, de 20 de dezembro de 1.971, com regulamentação do Decreto Lei nº 79.822/77.