Em frente ao fórum de Parnamirim, manifestantes pedem a saída de Rosano Taveira

28/04/2021

Por: Redação PN

 

 

         Nesta terça-feira, em frente ao Fórum de Parnamirim, manifestantes reivindicaram a destituição de Rosano Taveira (PRB), atual prefeito do município. Os principais pontos que embasam os pedidos dos manifestantes giram em torno de denúncias feitas pelo Ministério Público, por meio do GAECO (Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado), no que se refere à compra de votos de parlamentares, além de fraudes no âmbito da saúde e da educação.

         De acordo com os manifestantes, a corrupção em Parnamirim se torna cada vez mais notória, uma vez que o atual chefe do executivo municipal estabelece uma relação promíscua e de apadrinhamento com os atuais vereadores que compõem a Cãmara Municipal. Ainda segundo os participantes do ato, a casa legislativa constitui-se como uma espécie de 'puxadinho' da prefeitura, tendo em vista que não existem opositores a Taveira.

         Em relação ás denúncias contra o prefeito, Genilson Souto, ex-candidato a vereador com mais de 200 votos, ressalta: "é comum por parte do Ministério Público a fiscalização dos recursos que prefeitos e governadores recebem para aplicar em polícas públicas. Em Parnamirim, especificamente, o que temos visto é que o volume colossal de recursos, seja através de impostos do município como IPTU, ISS, ou por meio de convênios com o governo federal, não estão apresentando a transparência que a sociedade exige. Portanto, o que queremos é que a prefeitura não continue sendo omissa e dê uma resposta à sociedade. Inclusive, essa operação 'fura-fila' está mostrando um lado sombrio que, em breve, a população parnamirinense terá conhecimento".

         Ainda no que se refere às denúncias contra possíveis desmandos administrativos e eleitorais, o professor Edvan Sousa (PSOL), candidato à prefeitura de Parnamirim no último pleito, salienta: "desde 2016, há denúncias no que concerne à forma como o atual prefeito trabalha para poder se manter no poder e isso está registrado no sistema de justiça. A compra de voto do Rosano Taveira, juntamente com Tiago Cartaxo e Rogério Santiago, ex-vereadores do município, foi denunciada já há um bom tempo. Inclusive, o Diogo Rodrigues, preso após a deflagração do esquema de fura-fila do SUS, é do mesmo grupo do Taveira".

         Sobre a importância da manifestação, a ex-vereadora e candidata à prefeitura de Parnamirim, professora Nilda (PSL) preconiza: "esse movimento mostra a união das pessoas de Parnamirim que não aceitam mais os desmandos dessa atual gestão do município. Nós estamos acompanhando de perto as investigações do Ministério Público e do Gaeco, que têm apresentado à população fraudes notórias da administração. Na educação, por exemplo, os kits da merenda escolar não foram entregues, embora a prefeitura já tenha recebido mais de 4 milhões de reais para essa finalidade em 2021. Portanto, nós e o povo de Parnamirim desejamos somente transparência e que as políticas públicas sejam voltadas para as famílias que realmente precisam".

Sobre as denúncias, o prefeito e a assessoria não se pronunciaram a respeito.