"Bolsonaro não tem capacidade para governar o Brasil", diz Luís Gomes

31/05/2021

Por: Redação PN

 

 

         Nesta segunda-feira, no jornal Potiguar Notícias - Primeira Edição, a jornalista Heloísa Macedo entrevistou o advogado Luis Gomes, que falou sobre as recentes manifestações contra o atual governo federal, além das ações do Supremo Tribunal Federal na CPI da Covid e as afirmações de Bolsonaro contra os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique Cardoso.

          Segundo o advogado, há uma clima de insatisfação generalizada no Brasil, fato que suscita o ódio e a polarização que tem pautado o cenário político. Para ele, por um lado há um governo federal negacionista, que incita as aglomerações e contraria as recomendações científicas; a oposição, por sua vez, tenta combater as atitudes dos governistas, mas seguindo uma linha de defesa à ciência e aos valores democráticos.

          Em relação às ações do STF na atual conjuntura política do país e mais especificamente no depoimento de Eduardo Pazuello, ex-ministro da saúde, à CPI da Covid, Luís Gomes ressalta: "o Supremo Tribunal Federal é o guardião da Constituição Federal e essa instância serve também para remediar problemas que afetam os princípios democráticos. No caso do depoimento do Pazuello, por exemplo, o habeas corpus é uma ferramenta jurídica absolutamente plausível e prevista na carta magna, o que torna a concessão desse direito por um ministro a um depoente ou a qualquer brasileiro algo legítimo. Todavia, é preciso deixar claro que o habeas corpus não fornece ao depoente o direito de mentir diante de uma CPI, que foi exatamente aquilo que vimos na exposição do ex-ministro da saúde".

         No que se refere às recentes declarações do presidente da república a uma possível chapa composta por Lula e Fernando Henrique Cardoso, o advogado salienta: "não é admissível que um chefe de estado se porte dessa maneira tão vulgar, proferindo palavras de baixo calão contra dois ex-presidentes. Na verdade, esse fato mostra a incapacidade desse cidadão para governar o Brasil. Em outras palavras, não há por parte dele nenhuma estratégia ou plano de governo para o país, a não ser alimentar o ódio entre os seus adeptos e os opositores", finaliza

 

Para assistir à entrevista, acesse o link: https://youtu.be/bmzc-EMTCfU