Ainda existe solidariedade? Veja um caso

13/07/2021

Por: Otávio Albuquerque
Foto: jornalrazao.com

 

Um exemplo de solidariedade chamou a atenção da cidade de Fraiburgo, no oeste de Santa Catarina. O locutor de rádio Rafael Caetano, de 28 anos, ganhou, em uma rifa, um carro, mas devolveu o veículo ao seu antigo proprietário, Neri Gonçalves. Além da restituição, o radialista ainda pagou pelos reparos que o carro precisava.


Motivado pelo altruísmo, o radialista devolveu o veículo para arcar com os custos do tratamento de Neri, que sofreu um acidente de carro e precisava do dinheiro da venda. Afim de arrecadar a quantia necessária, a família pediu à rádio onde Rafael trabalha para que ajudasse no sorteio do carro, fato que suscitou o interesse do locutor em adquirir o bilhete da rifa.


Surpreso ao ver o resultado do sorteio em que saiu vencedor, divulgado pela própria equipe da rádio, Rafael salienta: “quando eu falei no ar o número, o senhor Neri procurou nos canhotos. Quando encontrou, ele travou. Daí ele virou pra mim e logo que olhei já vi que era meu nome. Eu fiquei em choque".


O episódio, segundo Rafael, foi um dos mais emocionantes de sua vida, na medida em que se constituiu como um momento adequado para exercitar seu lado solidário. Nesse sentido, em relação à restauração no carro, ele ressalta: eu ia devolver o carro já na hora que sorteei, mas, como eu sabia daqueles reparos que tinham pra fazer, eu resolvi segurar esse veículo. Daí eu fiz algumas coisas durante a semana, outras a gente ainda vai fazer, e fui lá devolver o carro. Ele ficou emocionado”, finaliza.