Atriz potiguar Badu Morais protagoniza curta premiado do Festival de Cannes

18/07/2021

Por: CEFAS CARVALHO
 
A atriz potiguar Badu Morais é a atriz principal de curta paulista que obteve menção honrosa na categoria ontem, sábado no Festival de Cannes, o mais prestigiado do Mundo.
 
O vencedor foi filme “All the Crows in the World”, dirigido por Tang Yi, de Hong Kong. A única menção honrosa ficou com "Céu de Agosto', de Jasmin Tennuci, protagonizado por Badu.
 
O filme é uma co-produção Brasil-Estados Unidos e conta a história de uma jovem grávida preocupada com a saúde de seu bebê, no dia em que uma grande nuvem de fumaça escureceu a cidade de São Paulo.
 
Havia um curta potiguar na disputa, "Sideral", de Carlos Segundo, que foi elogiado e aplaudido de pé.
 
Em recente depoimento ao Potiguar Notícias, Badu disse que "Eu saí de Parnamirim, com um sonho cravado no peito de um filho debaixo do braço. Quando eu era criança recriava cenas de novela, sozinha com minhas bonecas. Eu cresci sabendo o que eu queria, embora muitas vezes, chorei e ainda choro pela dificuldade de ser artista no nosso país hoje. Céu de Agosto é meu segundo trabalho no cinema, e o curta vai para Cannes. Eu chorei, passou um filme na mente, tantos nãos na vida, tantas lágrimas”, desabafou
 
Badu também participa do longa-metragem “Agreste”, com direção de Sérgio Roizenblit, filmado em 2019 e que tem previsão de estreia para 2022. Ela também integra o elenco de “A Mãe”, com direção de Cristiano Burlan, e no curta-metragem “Dreno”, de Humberto Giancristófaro.
 
A atriz potiguar trabalha profissionalmente desde 2006 e participou do elenco de diversos espetáculos teatrais e musicais, destaque para o musical “Cangaceiras, as guerreiras do sertão”, texto de Newton Moreno, ganhador do APCA, de melhor dramaturgia e considerado o melhor espetáculo musical de 2019 pelas críticas.